O volante Léo Gago e o atacante Leandro foram apresentados oficialmente nesta sexta-feira como novos reforços do Palmeiras. Ambos vieram do Grêmio, como parte da transação que levou o atacante Barcos ao clube gaúcho, e assinaram contrato por empréstimo até o final do ano. Mesmo cientes da responsabilidade de levar a equipe paulista de volta à Série A do Campeonato Brasileiro, os jogadores minimizaram a pressão.

“O Palmeiras passa por uma fase ruim, e agora é levantar a cabeça. Temos que dar o máximo dentro de campo para tirar o Palmeiras dessa situação. Todo time grande tem pressão. O jogador de alto nível tem que conviver com isso”, declarou Leandro. “Cada gol aqui vale por dois em comparação ao resto do País. Vou procurar fazer o meu papel para que meu nome seja exaltado”, comentou Léo Gago.

Depois de ser apontado como uma das principais revelações gremistas dos últimos tempos, Leandro, de 19 anos, perdeu espaço na equipe principal e agora luta para retomar o bom futebol das categorias de base. “Aqui (no Palmeiras) vou poder mostrar meu futebol e todo mundo vai ver quem eu sou. Só preciso de oportunidade. Chego querendo buscar o meu espaço”, afirmou.

Já Léo Gago tem 29 anos e rodou por diversos clubes, como Avaí, Vasco e Coritiba. Agora no Palmeiras, ele terá uma dura concorrência para se firmar como titular, já que o clube possui diversos volantes no elenco, como Márcio Araújo, Souza, Wesley, Charles, João Denoni, além de Vilson e Henrique que podem ser improvisados. “É um grande desafio. Jogo em uma posição em que existem muitos jogadores, mas sempre tem suspensão, desfalques e todo mundo vai jogar”, disse.

RONDINELLY – Outro reforço do Palmeiras trazido do Grêmio, também como parte da negociação envolvendo o atacante Barcos, é o meia Rondinelly. O jogador já começou a treinar com o elenco e foi confirmado pelo diretor executivo do clube, José Carlos Brunoro. Sua apresentação oficial, no entanto, só acontecerá após a assinatura oficial do contrato, que também deverá ser de empréstimo até o final do ano.