Porto Alegre – O Internacional enfrenta o Goiás hoje, às 18h10, em Porto Alegre, em clima de festa. É o último jogo do ano, no Brasil, e de Fernando Carvalho como presidente do clube do Beira-Rio, mas também já é um aquecimento para a Copa do Mundo de Clubes da Fifa, no Japão, pra onde o time viaja na terça-feira.

A simbologia do momento deve levar cerca de 40 mil colorados ao estádio para desejar boa sorte à equipe no Oriente. Embora o Brasileirão esteja definido, o Inter ainda quer a vitória para assegurar a segunda colocação e não correr o risco de ser ultrapassado pelo rival Grêmio, que joga contra o Fortaleza no domingo. O Colorado tem 69 pontos e o Tricolor gaúcho tem 67.

A festa colorada só não estará completa se Alexandre Pato não puder jogar.

O atacante de 17 anos, que estreou no domingo passado infernizando a vida dos zagueiros do Palmeiras, sentiu dores musculares durante a semana e pode ficar de fora, se preservando para a viagem ao Japão. Se não jogar, deixará seu lugar para Luiz Adriano. O lateral-direito Ceará volta ao time no lugar de Elder Granja, suspenso. Os volantes Fabinho e Vargas disputam uma vaga no meio-campo.

Do lado do Goiás, o técnico Geninho, de contrato renovado por mais uma temporada, terá à disposição o zagueiro Galeano e o meia Romerito.