A chegada do atacante peruano Paolo Guerrero ao Flamengo representa esperança não só de gols, mas de um jogador diferenciado para liderar e recuperar a confiança da equipe, que vem sofrendo na parte inferior da tabela de classificação do Campeonato Brasileiro. Nesta quarta-feira, às 22 horas, o atacante vai fazer a sua estreia pelo time carioca diante do Internacional, no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre, pela 12.ª rodada.

Guerrero fez apenas um treino com seus novos companheiros, nesta terça-feira, mas o técnico Cristóvão Borges não hesitou em escalar o jogador entre os titulares – ao lado de Emerson, seu ex-companheiro de Corinthians. “O Guerrero tem conhecimento da posição e os adversários respeitam mais. Ele e o Emerson se conhecem bem e o entrosamento dos tempos em que atuaram no Corinthians será importante”.

Sem um atacante goleador desde a saída de Alecsandro, o comissão técnica espera que Guerrero impulsione as estatísticas ofensivas – em 11 jogos, a equipe marcou apenas 10 vezes. “Espero ter um bom resultado amanhã (quarta-feira), ganhar e espero que tudo dê certo e comigo presente dentro de campo”, afirmou o atacante.

O duelo no Beira-Rio pode ser uma tarefa das mais complicadas. Apesar da irregularidade na competição, o Internacional detém um ótimo retrospecto atuando em sua casa – em cinco jogos, perdeu apenas um, ganhou três e empatou o outro. Com 10 pontos, o Flamengo ocupa a 15.ª posição na tabela de classificação e apenas uma vitória garante que o time não caia para a zona de rebaixamento.