Em uma reedição da semifinal da Copa Libertadores, o Grêmio goleou o Cruzeiro por 4 a 1, neste domingo, no Olímpico, e avançou da décima para a sexta colocação na tabela do Campeonato Brasileiro, com 24 pontos. O resultado manteve o time mineiro na 15ª posição, com 17, ainda próximo da zona de rebaixamento.

Para chegar à goleada, o time gaúcho soube tirar proveito do fator local e também da inesperada vantagem de enfrentar um adversário com dez jogadores, desde o início do primeiro tempo, e com nove, desde o começo da etapa final.

Apesar da expulsão de Jonathan logo aos 17 minutos, por faltas em Souza e Tcheco, o Cruzeiro resistiu à pressão e conseguiu assustar o Grêmio. Na única vez que chegou à área dos donos da casa com perigo, abriu o placar. Aos 40 minutos, Wellington Paulista cobrou pênalti que havia sofrido de Tcheco e fez 1 a 0.

Aos seis minutos do segundo tempo, Thiago Ribeiro foi expulso por jogada violenta e o Cruzeiro se viu reduzido a um time de nove jogadores. Daí em diante, o Grêmio, que havia desperdiçado quatro boas chances no primeiro tempo, calibrou a pontaria e chegou à vitória com certa facilidade.

Rever acertou a cabeça aos 13 minutos e empatou a partida. Tcheco, em posição duvidosa, chutou no canto oposto ao que o goleiro Fábio tentava fechar e virou o placar, aos 19 minutos.

Jonas, que começou no lugar de Herrera, lesionado, aproveitou um cruzamento de Jadilson para ampliar, de cabeça, aos 30 minutos. E Maxi López, em sua jogada característica, recebeu lançamento, evitou um zagueiro e chutou forte, fechando o placar, aos 43 minutos.

Na próxima rodada, o Grêmio buscará a sua primeira vitória fora de casa na quinta-feira, contra o líder Palmeiras, no Palestra Itália. O Cruzeiro, por sua vez, vai tentar a reabilitação diante do Atlético Paranaense, na quarta-feira, no Mineirão.

Ficha Técnica:

Grêmio 4 x 1 Cruzeiro

Grêmio – Victor; William Thiego (Douglas Costa), Léo, Réver e Fábio Santos (Jadilson); Túlio (Joílson) , Adilson, Tcheco e Souza; Jonas e Maxi López. Técnico: Paulo Autuori.

Cruzeiro – Fábio; Jonathan, Leonardo Silva, Thiago Heleno e Gerson Magrão; Fabrício, Henrique, Marquinhos Paraná (Bernardo) e Fabinho (Soares); Thiago Ribeiro e Wellington Paulista (Elicarlos). Técnico: Adilson Batista.

Gol – Wellington Paulista (pênalti), aos 40 minutos do 1º tempo. Réver, aos 13, Tcheco aos 19, Jonas, aos 31, e Maxi López, aos 43 minutos do 2º tempo.

Cartões amarelos – Maxi López (Grêmio); Fabrício e Thiago Heleno (Cruzeiro).

Cartões vermelhos – Jonathan e Thiago Ribeiro (Cruzeiro).

Árbitro – Evandro Rogério Roman (PR).

Renda – R$ 366.675,50.

Público – 15.026 torcedores.

Local – Estádio Olímpico, em Porto Alegre (RS).