O brasileiro Glover Teixeira deu um mata-leão na má fase e derrotou o americano Ovince St. Preux no último sábado, pelo UFC Nashville. O mineiro vinha de duas derrotas consecutivas e, com a finalização no terceiro round, volta a ficar entre os ‘tops’ dos meio-pesados.

O gringo, por sua vez, acaba sendo freado por Glover, já que vinha de nocautes impressionantes sobre Maurício Shogun e Patrick Cummins. “Estou de volta. O St. Preux é um cara muito duro, mas isso foi para mostrar que eu voltei”, disse o brasileiro.

Com 13 anos de carreira, o mineiro possuía umas das maiores sequências de vitórias do MMA. Porém, em seus últimos dois confrontos, Glover acabou sendo derrotado por Jon Jones, na disputa do cinturão da categoria, e por Phil Davis, pelo UFC Rio.

Leoa

Foi com uma finalização também que a outra representante do Brasil conquistou a sua vitória. Amanda Nunes entrou no rol de candidata à disputa do cinturão dos galos, que pertence a Ronda Rousey, ao vencer a americana Sara McMann ainda no primeiro round, também com um mata-leão.