enkontra.com
Fechar busca

De Letra

Flamengo estreia o técnico Jorginho contra o Boavista

Lateral-direito campeão brasileiro (1987) pelo Flamengo, Jorginho começa a escrever uma nova história no clube a partir deste sábado, às 18h30, contra o Boavista, no Engenhão. Estará no banco de reservas, como novo técnico de um time que busca a reabilitação depois de duas derrotas seguidas no Campeonato Carioca.

Jorginho chega como uma alternativa viável da diretoria, que busca um treinador com alguma experiência, com bom potencial de crescimento e que custe um salário compatível para os cofres do clube. Como bônus, traz seus laços históricos com o time rubro-negro e o conhecimento da pressão e da cobrança que sempre cercam a Gávea. Mesmo em um ano de reconstrução fora e dentro de campo, Jorginho vai precisar apresentar resultados.

O técnico está confiante de começar sua caminhada com um triunfo sobre o Boavista, pela segunda rodada da Taça Rio (segundo turno do Estadual). Ao longo da semana, promoveu muitos testes e concentrou suas mudanças no meio de campo. Quase todos os homens disponíveis para o setor foram observados.

Jorginho quer priorizar a posse de bola, o que deve mudar sensivelmente o estilo adotado por Dorival Júnior até a sua saída. Em vez de velocidade nas saídas de contra-ataques, muito controle do relógio e trabalho paciente com a bola. “A velocidade às vezes é exagerada por termos jogadores muito rápidos. Cadenciar um pouco é importante, até para a zaga e o meio respirarem um pouco”, corroborou o veterano Renato Abreu. “Usaremos a velocidade na hora certa. Essa mescla é boa”.

Outro que comemora a troca de postura é Cleber Santana. Meia que cadencia o jogo e segura a bola. Por tais características, vai ganhar uma chance entre os titulares. Amaral é a surpresa na cabeça de área. “Estamos tentando nos adaptar rapidamente. Às vezes, estamos muito na vertical, atacando, atacando, e não temos posse de bola. Temos que saber surpreender o adversário”, ensinou Cleber Santana.

São quatro os desfalques para a partida. O meia Carlos Eduardo está com uma infecção. Rodolfo renovou contrato, mas não foi regularizado a tempo. O volante Cáceres (Paraguai) e o zagueiro González (Chile) estão com suas seleções. Assim, o time que entrar em campo certamente não será o mesmo que vai enfrentar o Bangu, na próxima quarta-feira. É hora de mostrar serviço.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas