A Ferrari anunciou nesta sexta-feira que a vai apresentar o seu carro para o próximo campeonato da Fórmula 1 em 15 de fevereiro. Isso ocorrerá, portanto, três dias antes do início dos testes coletivos da pré-temporada de 2019, marcados para Barcelona.

O trabalho no carro de 2019, conhecido na fábrica de Maranello como Projeto 670, está em andamento há vários meses. E com o anúncio desta sexta-feira, faltam apenas dois para que o resultado final seja apresentado ao público.

Com a confirmação desta sexta-feira, a Ferrari se tornou a primeira equipe a revelar a data em que será conhecido o seu carro para o próximo campeonato da Fórmula 1. E esse novo bólido vai ser pilotado em 2019 pelo alemão Sebastian Vettel e pelo monegasco Charles Leclerc, recém-contratado pela equipe italiana.

Em 2018, a Ferrari chegou a liderar os Mundiais de Pilotos, com Vettel, e de Construtores, mas terminou sendo superada pelo britânico Lewis Hamilton e pela Mercedes, que faturaram os títulos da Fórmula 1, resultado que ampliou o jejum de conquistas da equipe italiana.

Assim, a Ferrari começará 2019 ainda mais pressionada a superar a sua rival, já que a sua última conquista de construtores foi em 2008. Já o Mundial de Pilotos não é vencido pela equipe desde 2007, quando o finlandês Kimi Raikkonen, agora substituído por Leclerc, se tornou campeão.

A temporada 2019 da Fórmula 1 vai ser aberta em 17 de março, com a realização do GP da Austrália, sendo concluído em 1º de dezembro, com o GP de Abu Dabi.