Exibindo consistência na quadra dura de Tóquio, o sérvio Novak Djokovic se destacou no saque nesta quarta-feira e venceu mais uma na competição japonesa, de nível ATP 500. O número 1 do mundo derrotou o local Go Soeda por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 7/5, em 1h34min de duelo.

“Acho que fiz uma partida muito boa. Saquei muito bem até aquele game em que estava 5/3, mas aí cometi a dupla falta e permiti a quebra e o retorno do adversário”, comentou Djokovic, que só perdeu o saque em um game da partida, no segundo set. O vacilo não comprometeu o seu desempenho.

O favorito terminou a partida com dez aces e aproveitamento de 81% dos pontos quando jogou com o primeiro serviço. Ele registrou duas duplas faltas, sendo que uma delas lhe custou o game de saque na segunda parcial. Na primeira, ele salvou três break points, assegurando boa vantagem diante das quatro quebras que obteve ao longo da partida, sendo duas em cada parcial.

Djokovic não demonstrou sinais de dores e garantiu estar 100% ao fim da partida. Ele vinha de lesão no ombro esquerdo, que lhe forçou o abandono da partida contra o suíço Stan Wawrinka nas oitavas de final do US Open, no mês passado. A competição em Tóquio é a sua primeira desde a contusão, cujos detalhes o tenista não revelou.

“Agora já são três jogos em sequência, a partida de duplas na segunda-feira e as duas partidas seguidas de simples. Então, está tudo bem”, disse o líder do ranking, que foi eliminado logo em sua estreia na chave de duplas na capital japonesa.

Em sua primeira participação no Torneio de Tóquio, Djokovic espera manter o bom ritmo que vem apresentando na temporada, apesar do susto sofrido no US Open, para sustentar a liderança do ranking. Isso porque o espanhol Rafael Nadal, vice-líder da lista da ATP, está cada vez mais perto de sua pontuação e não tem pontos a defender até o fim do ano.

Nesta busca, o sérvio vai enfrentar nas quartas de final o francês Lucas Pouille. O quinto cabeça de chave da competição avançou ao eliminar o local Yoshihito Nishioka por 6/1 e 6/2. Também avançaram às quartas o tenista da casa Yasutaka Uchiyama, o belga David Goffin e o norte-americano Reilly Opelka.

Ainda pela primeira rodada, o sul-africano Lloyd Harris derrotou o australiano Alex de Minaur por 6/3, 6/7 (6/8) e 7/6 (10/8). Oitavo cabeça de chave, Minaur vem do título conquistado em Zhuhai, na China, no fim de semana. Venceu também na estreia o australiano John Millman, que veio do qualifying.