As diversas lesões sofridas ao longo dos últimos dois anos fizeram o Santos não se interessar em manter o volante Edwin Valencia no seu elenco. O jogador, entretanto, não demorou a achar outro grande clube para jogar. Na noite de segunda-feira, ele foi anunciado como reforço do Atlético Nacional, atual campeão da Copa Libertadores.

Aos 31 anos, Valencia disputou apenas uma partida pelo Santos no Brasileirão do ano passado. Era relacionado, mas não jogava. Agora, ele ganha uma chance de voltar à Colômbia, seu país natal. O volante estava no Brasil desde que chegou ao Atlético Paranaense, em 2007, vindo do América de Cali, onde foi formado. Antes do Santos, jogou também no Fluminense.

Junto com Valencia, o Atlético Nacional apresentou outros cinco jogadores. Chegaram o zagueiro Jeison Palacios (ex-Alianza Petrolera), os meio-campistas Mariano Vásquez (argentino, ex-Fortaleza de Bogotá) e Aldo Leao Ramírez (ex-Cruz Azul) e os atacantes Dayro Moreno (ex-Tijuana) e Oscar Franco (paraguaio, também vindo do Fortaleza). Dos cinco, o destaque é Moreno, que defendeu a Colômbia na Copa América Centenário.