O russo Nikolay Davydenko foi eliminado na segunda rodada do Torneio de Pequim, na China, ao ser derrotado pelo croata Marin Cilic por 6/3, 6/4. Nas quartas-de-final, Cilic enfrentará o alemão Nicolas Kiefer, que bateu o francês Jo-Wilfred Tsonga pelas mesmas parciais.

Uma semana depois de ser eliminado nas semifinais do US Open, em Nova York, pelo suíço Roger Federer, Davydenko revelou após a derrota que sua eliminação não foi causada por cansaço. "Eu me senti bem hoje. Acordei às 11 horas da manhã e estava preparado. Só que hoje não encontrei uma forma de bater bem na bola", disse o russo, número 4 do mundo.

Com a queda em Pequim, Davydenko volta para a Rússia para se preparar para o confronto da semifinal da Copa Davis contra a Alemanha, na semana que vem. "Queria ficar mais tempo aqui (competindo em Pequim) para ficar mais preparado psicologicamente para a Davis", afirmou o tenista, que disputou seu 26.º torneio na temporada.

Quem não desperdiçou a chance de se classificar às quartas-de-final foi o espanhol Tommy Robredo. Cabeça-de-chave número 3, Robredo passou facilmente pelo sul-africano Rik de Voest por 2 sets a 0 – com parciais de 6/2 e 6/3.

Em outro jogo do dia, o russo Igor Kunitsyn (cabeça número 8) derrotou o norte-americano Kevin Kim por 2 sets a 0 – com parciais de 7/6 (7/4) e 6/4.