Ex-presidente do Coritiba, Vilson Ribeiro de Andrade será candidato nas eleições do clube, marcadas para o final de 2020. O empresário irá encabeçar uma chapa que conta com o apoio da atual gestão do clube, liderada por Samir Namur.

Ouça a declaração do candidato sobre as eleições:

Há uma indefinição sobre a data do pleito coxa-branca. O Conselho Deliberativo marcou uma assembleia geral de sócios, de forma virtual, para decidir sobre a manutenção ou adiamento das eleições do clube. A deliberação foi publicada nesta terça-feira (15), com prazo de dez dias para a publicação do edital de convocação.

A data original do pleito é 12 de dezembro de 2020, mas, na semana passada, um grupo de 39 conselheiros fez um requerimento pedindo uma reunião extraordinária do Conselho Deliberativo para discutir o adiamento.

+ Cristian Toledo: Eleições no Coritiba: assembleia pra adiar votação vira plebiscito sobre a diretoria

O motivo alegado é que a votação durante o Brasileirão, que termina só no fim de fevereiro por causa da pandemia de Covid-19, pode afetar o desempenho em campo e causar “danos irreversíveis” ao clube.

Dias depois, outro grupo – ligado ao pré-candidato Renato Follador – pediu a manutenção do calendário eleitoral, mas com a posse da nova diretoria adiada para 2021.

Como está situação eleitoral do Coritiba

O empresário Renato Follador, da chapa Coritiba Ideal, será candidato à presidência. Ele chegou a discutir uma possível união com outros grupos, mas não aceitou uma chapa de consenso.

Outro pré-candidato, João Luiz Buffara Lopes, o Jango, faz parte da composição que alçou Vilson Ribeiro de Andrade ao posto de novo candidato à presidência do Coxa. Chapa que tem apoio do atual presidente, Samir Namur.

Há ainda na disputa João Carlos Vialle. A reportagem tentou contato com o médico coxa-branca, mas não obteve sucesso. Vilson Ribeiro de Andrade, em mensagem a torcedores, disse que vai buscar o apoio de Vialle.

Ex-presidente, Vilson sofreu com rebaixamento e alcançou duas finais de Copa do Brasil

Ligado ao Coxa há décadas, o empresário Vilson Ribeiro de Andrade passou a encabeçar a direção do clube logo após o rebaixamento do clube no Brasileirão, em 2009. Liderou o processo de reconstrução do clube após o fatídico descenso.

Posteriormente, já em 2011, Andrade foi alçado ao posto de presidente oficialmente. No período, recuperou o status do clube e viu a equipe ser vice-campeã da Copa do Brasil em 2012, batida pelo Palmeiras. Um ano antes, amargou a derrota na final para o Vasco.

Foi ainda campeão da Série B em 2010 e quatro vezes do Estadual, em 2010, 2011, 2012 e 2013. Em 2014, tentou a reeleição no Alto da Glória, no entanto, foi derrotado pela chapa encabeçada por Rogério Portugal Bacellar, apoiada pelo ex-ídolo do clube, Alex.

+ Mais do Coxa:

+ Coritiba mira gringos e busca camisa 9 pro lugar de Sassá
+ Coritiba encaminha acerto com atacante argentino
+ Ameaças, PM e confusão; os bastidores da festa que gerou a saída de Sassá


A Tribuna precisa do seu apoio! 🤝

Neste cenário de pandemia por covid-19, nós intensificamos ainda mais a produção de conteúdo para garantir que você receba informações úteis e reportagens positivas, que tragam um pouco de luz em meio à crise.

Porém, o momento também trouxe queda de receitas para o nosso jornal, por isso contamos com sua ajuda para continuarmos este trabalho e construirmos juntos uma sociedade melhor. Bora ajudar?