Penúltimo colocado do Brasileirão, com oito pontos, o Coritiba segue tentando reforçar seu elenco. O clube encaminhou o empréstimo do atacante argentino Ezequiel Cerutti, do San Lorenzo, e também sondou a situação do meia Thiago Neves, que está sem clube desde que deixou o Grêmio.

Natural de Curitiba, Neves é um nome que agrada a diretoria, de acordo com a jornalista Nadja Mauad. O jogador de 35 anos, no entanto, negocia com o Sport e está próximo de se transferir para o time do Recife. Nos últimos dias, o meia havia fechado com o Atlético-MG, mas o acordo foi desfeito por causa da reação contrária da torcida.

Cerutti vem por empréstimo com opção de compra

O negócio por Cerutti, por outro lado, já está fechado. O Alviverde confirmou a contratação na tarde desta quinta-feira (17). O atleta, porém, só chega no dia 28 para realizar os exames médicos. Ele vem por empréstimo com opção de compra por US$ 1,4 milhão – cerca de R$ 7,4 milhões.

Aos 28 anos, Cerutti normalmente joga na ponta direita, mas também pode jogar como referência no ataque. Ele se destacou no Estudiantes, em 2015, e depois se transferiu para o San Lorenzo, onde permaneceu por duas temporadas.

+ Podcast De Letra: Gustavo Villani, narrador da Globo, dá show!

Em 2018, foi comprado por 4 milhões de euros pelo Al Hilal, da Arábia Saudita. Mas só fez 12 jogos no clube do Oriente Médio antes de ser emprestado ao Independiente. Na temporada passada, sem custos, trocou o clube de Avellaneda pelo San Lorenzo.

O avante não atua desde o início da pandemia de Covid-19, quando o Campeonato Argentino foi paralisado. Na semana passada, o Coxa acertou a vinda de outro argentino, o meia Sarrafiore, por empréstimo, do Internacional.

+ Mais do Coxa:

+ Ameaças, PM e confusão: os bastidores da festa que tirou Sassá do Coritiba
+ Coritiba ainda aguarda pela recuperação de Neilton
+ Zagueiro passa por nova cirurgia e adia volta ao Coritiba


A Tribuna precisa do seu apoio! 🤝

Neste cenário de pandemia por covid-19, nós intensificamos ainda mais a produção de conteúdo para garantir que você receba informações úteis e reportagens positivas, que tragam um pouco de luz em meio à crise.

Porém, o momento também trouxe queda de receitas para o nosso jornal, por isso contamos com sua ajuda para continuarmos este trabalho e construirmos juntos uma sociedade melhor. Bora ajudar?