O Coritiba perdeu a invencibilidade na disputa da Série B do Campeonato Brasileiro. Com direito a pênalti perdido e noite pouco inspirada do atacante Rodrigão, o time perdeu para o CRB por 1×0, na noite desta segunda-feira (20), no estádio Rei Pelé, em Maceió e desperdiçou a chance de voltar ao G4 da segunda divisão. Estacionado com cinco pontos e na 11ª colocação, o Verdão vai tentar recuperação na competição nacional neste sábado (25), diante do Cuiabá, às 11h, no Couto Pereira.

Tempo Real: Confira como foi o jogo no nosso Lance a Lance

O Coritiba, mesmo jogando fora de casa, foi o dono das ações no primeiro tempo. Com a marcação adiantada, jogava à vontade diante do frágil CRB. No entanto, apesar de ter mais posse de bola, o Verdão demorou para começar a assustar o goleiro Edson Mardden. A primeira chance veio aos 17 minutos. William Matheus, uma das novidades na escalação, fez a jogada pela esquerda, a defesa do Galo afastou mal e Patrick Brey quase marcou no rebote.

Com o jogo controlado, João Vitor, outra novidade entre os titulares, avançou com liberdade, arriscou da entrada da área e Edson Mardden fez boa defesa. A história da partida poderia ter mudado aos 30 minutos. Rodrigão lançou Welinton Júnior, que foi derrubado na área pelo goleiro. Na cobrança do pênalti, o camisa 9, acostumado a ser decisivo para o Verdão, bateu mal, facilitou a defesa do goleiro e errou sua segunda penalidade seguida.

Welinton Júnior apareceu bastante, mas não produziu muito. Foto: Divulgação/Coritiba FC
Welinton Júnior apareceu bastante, mas não produziu muito. Foto: Divulgação/Coritiba FC

O castigo para veio aos 38 minutos. Na única chegada do CRB no primeiro tempo, Lucas recebeu livre pela esquerda e cruzou para Léo Ceará marcar. Em desvantagem, o time coxa-branca se lançou a frente para buscar o empate ainda no primeiro tempo. Já nos acréscimos, Vitor Carvalho avançou, arriscou de fora da área e não igualou o marcador por muito pouco.

O Coritiba seguiu no ataque na etapa final. Irreconhecível, Rodrigão poderia, novamente, ter mudado a partida. Aos 4 minutos, o camisa 9 recebeu passe de Giovanni e, na cara do gol, chutou fraco e facilitou a defesa de Edson Mardden. Um minuto mais tarde, na pressão do Coxa, Giovanni arriscou da entrada da área e o goleiro do time alagoano fez outra grande defesa. No rebote, William Matheus desperdiçou.

Enquanto o Coxa buscava a todo instante o empate, o CRB apenas se defendia e buscava os contra-ataques. Diante da retranca do Galo, o time coxa-branca tinha dificuldade e só conseguia furar a defesa adversária quando conseguia se movimentar no setor ofensivo. O time alagoano, então, chegou em falta cobrada por Daniel Borges que Wilson fez boa defesa.

A entrada do chileno Arancibia na vaga de João Vitor abriu de vez o Coxa para buscar o empate. Vitor Carvalho, aos 23 minutos, quase empatou de cabeça após cobrança de escanteio. Na sequência, Arancibia fez jogada individual, chutou cruzado e o goleiro Edson Mardden fez outra boa defesa.

Já na base do desespero, o técnico Umberto Louzer tirou Giovanni para a entrada de Igor Jesus. Recheado de atacantes, o Coritiba foi para o tudo ou nada buscar pelo menos o empate. Welinton júnior, de fora da área, tentou bater colocado, mas o goleiro Edson Mardden fez outra defesa.

+ Confira a tabela e a classificação da Série B!

Mas o Coxa passou a dar mais espaços para os contra-ataques do CRB. Willie por pouco não marcou o segundo do time alagoano. Apesar de pressionar, os visitantes não tiveram a criatividade e a capacidade necessária para furar a retranca dos donos da casa e evitar a primeira derrota na Série B de 2019.

Ficha técnica

SÉRIE B
1º Turno – 4ª Rodada

CRB 1×0 Coritiba

CRB
Edson Mardden; Daniel Borges, Ewerton Páscoa, Edson Henrique e Igor Cariús; Claudinei, Igor, Ferrugem (Guilherme Costa), Lucas e Felipe Ferreira; Alisson Farias (Willie) e Léo Ceará (William Barbio).
Técnico: Marcelo Chamusca

Coritiba
Wilson; Diogo Mateus, Alan Costa, Romércio e William Matheus; Vitor Carvalho, João Vitor (Arancibia) e Giovanni (Igor Jesus); Patrick Brey (Juan Alano), Welinton Júnior e Rodrigão.
Técnico: Umberto Louzer

Local: Estádio Rei Pelé (Maceió-AL)
Árbitro: Grazianni Maciel Rocha (RJ)
Assistentes: Carlos Henrique Cardoso de Souza (RJ) e Gabriel Conti Viana (RJ)
Gol: Léo Ceará 38 do 1º
Cartões amarelos: Ferrugem, Edson Mardden, Lucas, Igor (CRB); João Vitor, Diogo Mateus (COR)
Público e renda: não divulgados

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do Trio de Ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!