O Coritiba concluiu a venda do lateral-direito Yan Couto para o Manchester City, da Inglaterra. O jogador de 17 anos foi negociado por 6 milhões de euros (cerca de R$ 28,44 milhões).

O clube não ficará com nenhuma porcentagem de direitos econômicos para uma futura venda, mas o valor total da transação pode dobrar no futuro, de acordo com o cumprimento de metas, como número de partidas disputadas como titular no Campeonato Inglês e na Liga dos Campeões, por exemplo.

+ Saiba como assistir aos jogos do Paranaense pelo celular, computador ou Smart TV

Ou seja, batendo as metas, Yan Couto renderia outros 6 milhões de euros ao Coxa, podendo fazer com que a transferência chegue a 12 milhões de euros, aproximadamente R$ 56,88 milhões. Procurado, o Coritiba não confirma oficialmente o negócio.

Chamado de ‘novo Daniel Alves’ pela imprensa europeia, Yan foi destaque da seleção brasileira campeã mundial sub-17 no ano passado. Ele segue no Coxa até completar 18 anos, no início de junho. O lateral ainda não estreou com a camisa coxa-branca, mas está relacionado para a partida contra o Cianorte, nesta sexta-feira (21), às 20h, no Couto Pereira.

+ Quer assistir aos jogos do Paranaense ao vivo? Assine a DAZN com 30 dias grátis

Só depois da maioridade, o jovem se transfere para o time azul de Manchester. A decisão de utilizar ou não o lateral até a metade da temporada, no entanto, vai depender da comissão técnica liderada por Eduardo Barroca. Antes do City, o atleta foi sondado por Barcelona e Arsenal.

Por enquanto, a venda de Yan Couto já entra para o pódio das maiores da história do Coxa — ainda pode ser a maior. Com valores atualizados, somente a transação do também lateral Rafinha, em agosto de 2005, tem valores superiores.

+ Confira os próximos jogos e a classificação do Campeonato Paranaense

Na época, Rafinha foi negociado por 5 milhões de euros com o Schalke 04, da Alemanha. A cifra corrigida bate a casa de R$ 31,5 milhões.

Para o Coritiba, o negócio veio em ótimo momento. O clube passa por dificuldades financeiras e o dinheiro significa uma grande respiro para a temporada, já que ainda não fechou a venda de direitos de TV aberta e pay-per-view do Brasileirão para a Rede Globo.

+ Mais do Coxa:

+ Coritiba x Cianorte: saiba como assistir ao jogo na TV
+ Athletico no topo e quatro “pagando pra jogar” no Paranaense
+ Coxa pode ter estreia de meio-campo contra o Cianorte