O atacante Joel está fora do Coritiba. O camaronês, artilheiro do Alviverde no último Brasileirão, tinha sua permanência no Alto da Glória condicionada à vitória do candidato da situação, Vilson Ribeiro de Andrade, nas eleições do clube. Como o opositor Rogério Portugal Bacellar foi o vitorioso no pleito do último sábado, o empresário do jogador, Sérgio Malucelli, foi enfático. “O Joel não fica no Coritiba de maneira alguma”, garantiu à Gazeta do Povo. “Chance zero”, emendou.

Joel está na mira de Grêmio, Flamengo e Cruzeiro. Segundo Malucelli, dono de 50% dos direitos econômicos do atacante, o futuro do jogador será definido até terça-feira. “Está quase tudo definido”, contou.
O grupo de investidores alemães, que detém a outra metade dos direitos econômicos, deve concordar com a permanência de Joel no Brasil até julho de 2015 para aguardar a abertura da janela de transferências internacionais de início de temporada na Europa.

Felipe Rosa
Joel só ficaria no Coxa se Vilson.

Os torcedores do Coritiba promoveram Joel a ídolo nos últimos meses. O jogador ficou marcado pela simpatia, gols e pela quase trágica queda no túnel dos visitantes na partida contra o São Paulo, no Brasileiro.

Com oito gols pelo Coxa, Joel é o terceiro maior goleador estrangeiro do clube em Campeonatos Brasileiros. À sua frente, somente os argentinos Dreyer, que marcou dez vezes entre 1972 e 1974, e Ariel Nahuelpan, com nove tentos em 2008 e 2009.

O feito de Joel ganha ainda mais destaque ao considerar que o atacante está no Couto Pereira há apenas três meses. O jogador chegou ao clube em setembro, após se destacar no Londrina desde o início da temporada.