O Vasco conquistou, hoje, a primeira vitória em São Januário, no Campeonato Brasileiro, ao superar o Santa Cruz, por 2 a 1, em um jogo fraco tecnicamente. O time carioca quebrou outro incômodo jejum: não vencia há cinco rodadas. Com o resultado, o Vasco chegou aos 13 pontos, se mantendo fora da zona de rebaixamento durante o recesso da competição, em razão da realização da Copa do Mundo. Já o Santa Cruz continua em situação crítica: é o lanterna, com apenas três pontos na tabela de classificação.

O Vasco não fez um bom primeiro tempo. Falhou na marcação, não criou muitas jogadas, mas fez 1 a 0 num belo chute de fora da área do meia Abedi, aos 7 minutos. "Foi um golaço mesmo. Mas o time precisa ter mais calma", disse Abedi, no intervalo.

Um lance no segundo tempo resume bem a qualidade da partida. O zagueiro Fábio Braz, do Vasco, deu um chutão para o alto para interromper um rápido contra-ataque adversário. Na seqüência da jogada, ele errou a cabeçada e a bola ainda acertou a mão dele. O árbitro Leandro Pedro assinalou falta. A torcida carioca hostilizou o atleta.

O Santa Cruz empatou o confronto em cobrança de pênalti, aos 21 minutos. Após arremate do Santa Cruz a bola bateu no braço do zagueiro Jorge Luiz. O zagueiro Váldson cobrou a infração com perfeição.

Porém, a resposta do Vasco não tardou. O meia Ramon, também de pênalti, pôs o Vasco em vantagem no placar. Depois disso, o Santa Cruz pressionou, mas não conseguiu superar o goleiro Cássio.

A programação do Vasco durante a paralisação do Brasileiro já foi definida. Os jogadores terão dez dias de folga e, depois, treinarão no centro de treinamento Vasco-Barra, na zona oeste do Rio. A equipe disputará amistosos nos dias 17, no Rio, e 25, em Manaus, mas os adversários ainda não foram escolhidos.

O técnico Renato Gaúcho usará o período de recesso para ajustar o Vasco visando à final da Copa do Brasil, contra o Flamengo, em julho.