Não tinha um adversário melhor para o Palmeiras enfrentar na decisão da Copa do Brasil do que o Santos. Quem garante isso são os próprios jogadores do time alviverde, que tentaram evitar polêmicas, mas admitiram que o adversário da final da Copa do Brasil está engasgado e que os atletas entrarão em campo com o sentimento de revanche.

“O Santos é uma equipe muito forte, qualificada e vem apresentando um futebol muito bonito. Perdemos um campeonato (o Paulista) para eles e está engasgado. Realmente está engasgado. A gente precisa vencê-los, ganhar um título para a nossa torcida e para as pessoas que acreditaram no nosso trabalho. Acho que vai ser uma decisão bacana”, disse o lateral-direito Lucas. “Se eu tivesse que escolher um time nesta final, seria o Santos”, completou.

O meia Zé Roberto também destacou o fato do Palmeiras ter a chance de “vingar” a perda do título do Campeonato Paulista para o rival alvinegro. “Nossa equipe é nova, ainda está sendo formada, mas mesmo assim chegamos em duas finais e estamos brigando pelo G-4. Agora é uma revanche, para a qual o Palmeiras está muito preparado. Essa final vai ficar para a história do clube e a gente vai fazer de tudo para ficar com o título”, assegurou o experiente jogador.

Mas a missão, os palmeirenses admitem, não será nada fácil. Logo depois do jogo com o Fluminense, Lucas já viu os gols da vitória do Santos por 3 a 1 sobre o São Paulo, na Vila Belmiro, e ressaltou a qualidade do adversário.

Coincidentemente, o Palmeiras volta a campo neste domingo para enfrentar justamente o Santos, desta vez pelo Campeonato Brasileiro, em um jogo que ganha ares de uma preliminar da grande decisão.

“É um campeonato diferente. A Copa do Brasil tem um stress altíssimo, por ser mata-mata, e exige uma concentração muito grande. Temos que marcar o time deles e tentar neutralizar o rápido ataque do Santos”, analisou o lateral.