O técnico Eduardo Baptista tem apenas uma dúvida para escalar o Atlético para a partida contra o Grêmio, nesta quarta-feira (28), às 19h30, na Arena Grêmio, pela ida das quartas de final da Copa do Brasil. O meia Lucho González, que deixou a goleada por 4×1 sobre o Vitória ainda no primeiro tempo, com dores musculares, ainda será avaliado pelo departamento médico para saber se poderá viajar com a delegação para Porto Alegre.

Caso o argentino não reúna condições, ou até mesmo por uma opção técnica, o treinador trabalha com outros dois nomes: Matheus Anjos, que foi titular no final de semana, e Carlos Alberto, que, aos poucos, vai entrando na forma física ideal.

“O Lucho não foi constatado nada grave, mas ele será reavaliado para saber se poderemos contar com ele ou não. O Matheus Anjos é uma boa opção, o Carlos (AlbertO) está voltando e treinando bem. Então não é uma preocupação se o Lucho não puder voltar. É um jogador de confiança, mas temos boas opções”, afirmou o comandante atleticano.

A definição de quem irá jogar também dependerá da formação da equipe. Eduardo Baptista não deu muitos detalhes, mas afirmou que está treinando com dois sistemas táticos diferentes, de acordo com aquilo que o Grêmio vem apresentando.

“Estamos analisando o Grêmio ainda para tomar a decisão da equipe, do melhor sistema para fazer um bom jogo. Estamos trabalhando dois sistemas, para ver qual será o melhor para se encaixar contra o Grêmio”, acrescentou ele.

Por outro lado, o lateral-direito Jonathan, que cumpriu suspensão contra o Vitória, retorna ao time, assim como o atacante Grafite, uma vez que Ederson não está inscrito na Copa do Brasil.

Assim, o Furacão vai a campo com Weverton; Jonathan, Wanderson, Thiago Heleno e Sidcley; Otávio, Matheus Rossetto, Lucho González (Matheus Anjos ou Carlos Alberto), Nikão e Douglas Coutinho; Grafite.