Em um dos maiores públicos do Atlético na nova Arena da Baixada, o Furacão decepcionou e, no dia em que resolveu protestar contra a Prefeitura de Curitiba, esqueceu de jogar e foi goleado para o Corinthians por 4×1. No lugar da grande festa que estava preparada, sobraram protestos e cobranças mais duras inclusive ao presidente do Furacão, Mario Celso Petraglia.

Durante as últimas semanas, foi feita uma mobilização para a realização de um mosaico para esta partida. Mas a falta de torcedores nas retas superior e inferior da Getúlio Vargas impediu que o mosaico ficasse completamente finalizado. Este, aliás, foi o único motivo a ser comemorado ontem à tarde no estádio.

Em campo, com mais uma atuação muito ruim, o Atlético foi presa fácil e o segundo gol do Timão desencadeou a onda de protestos vinda das arquibancadas. Sobrou até para Petraglia e os xingamentos, vindos inclusive da torcida organizada Os Fanáticos, já são uma das provas que o atual mandatário rubro-negro não terá o apoio da maioria da torcida no pleito que será realizado em dezembro.

No intervalo, o atacante Walter, que mais uma vez foi muito mal e ampliou seu jejum de gols, cobrou apenas que o Furacão, no segundo tempo, segurasse o placar de 3×0 ao Timão. “O Corinthians é um bom time. Vou conversar com pessoal para segurar o resultado para não tomar mais gols. Saímos tristes desse primeiro tempo. A torcida vem, lota o estádio, faz uma festa e a gente não consegue jogar”, lamentou o camisa 18.

Os protestos continuaram no segundo tempo. O gol de Bruno Mota até animou a torcida, mas o quarto gol corintiano, sete minutos depois, jogou uma ducha d’água fria. Com superioridade, o Corinthians segurou o resultado até o final e o Furacão deixou o gramado com os gritos de ‘time sem vergonha’.

Assim, na Arena da Baixada, que já foi o grande temor dos adversários, quem fez a festa foi a torcida do Timão. Os torcedores do time paulista não apenas lotaram seu espaço, mas precisaram abrir mais uma parte que serviria de isolamento no setor visitante do Joaquim Américo e saíram comemorando mais uma vitória.

Timão

O Corinthians caminha a passos largos rumo ao título do Campeonato Brasileiro. Além de golear o Atlético, o Timão aumentou a boa vantagem que tem diante do Atlético-MG. O técnico Tite elogiou a concentração do time paulista no triunfo sobre o Rubro-Negro. “Essa vitória se deve ao nível de desempenho e concentração da equipe. Foi muito parecido com o jogo contra o Goiás, quando empatamos em 0x0 lá, mas o Renan fechou o gol. A diferença é que fizemos o gol logo. Isso também gera a confiança e gera uma pressão em cima do Atlético para buscar o resultado”, avaliou.

Diferenças! Leia mais do Atlético na coluna do Mafuz!

Paraná Online no Facebook