Novos reforços contratados pelo Atlético para a temporada de 2017, o lateral-direito Jonathan e o meia Felipe Gedoz foram apresentados oficialmente nesta segunda-feira (16) e rasgaram elogios ao técnico Paulo Autuori. Contratado no ano passado, o comandante atleticano, nas palavras do presidente Luiz Sallim Emed, assumiu um papel fundamental não apenas dentro de campo, mas também fora das quatro linhas, ajudando, inclusive, no contato com os atletas que chegaram para reforçar o Furacão.

“O Paulo (Autuori) me ligou, falou do projeto, que tinha interesse em contar comigo. Trabalhei com ele em 2007 no Cruzeiro. É o melhor treinador que trabalhei na minha carreira, pela pessoa e pelo gestor que é, também pelo técnico que é. Eu abracei a ideia do Paulo e sempre soube da estrutura que o Atlético proporciona”, apontou Jonathan, que trabalhou com o treinador no Cruzeiro.

Gedoz terá no Atlético a sua primeira chance no futebol brasileiro como profissional. Destaque do futebol uruguaio e belga, e com duas participações pela Libertadores, o novo camisa 10 do Rubro-Negro elogiou Autuori depois de quase uma semana de trabalhos da pré-temporada.

“Não tinha trabalhado com o Paulo. Meu treinador da Bélgica (no Club Brugge) foi jogador dele no Benfica e me disse que o Paulo era uma excelente pessoa. Não somente dentro, mas também fora de campo, que dava todas a força e apoio para o atleta jogar. Quando cheguei não foi diferente. Ele é uma excelente pessoa, um excelente profissional e me deu muito apoio para eu poder jogar”, acrescentou o meia.

Luiz Sallim Emed revelou que a contratação do técnico Paulo Autuori, ainda no final de março do ano passado, foi a melhor da sua gestão a frente do clube. O cartola ressaltou a importância do treinador dentro de campo, mas também fora, ajudando agora na gestão do departamento de futebol atleticano.

“Sem medo de errar eu falo que a contratação do Paulo (Autuori), no ano passado, foi uma das melhores, se não a melhor feita. O Atlético era escolhido pelos atletas pela estrutura, pela seriedade do projeto. Mas o que está sendo diferencial agora que a gente percebe é que os jogadores preferem o clube pela presença do Paulo, pelo talento que ele tem, pelo seu jeito de ser, pela personalidade e pela justiça que faz com todos os atletas. É um diferencial e estamos felizes em tê-lo aqui”, arrematou Emed.