O Atlético recebe nesta quarta-feira (4), às 21h45, o São Paulo, na Arena da Baixada. Será a partida de ida da quarta fase da Copa do Brasil. Esta é apenas a quinta vez que o time comandado por Fernando Diniz entrará em campo neste ano e a expectativa da torcida é que a equipe principal faça uma grande apresentação em casa, já que teve três semanas para realizar treinamentos e corrigir as falhas no time.

“Quando temos um período longo, trabalhamos todos os aspectos. Quanto mais tempo tem para trabalhar, tem o lado positivo que é qualificar os treinamentos”, destacou o treinador.

O Atlético nunca perdeu para o São Paulo dentro da Arena da Baixada desde que o estádio foi reinaugurado em 1999. Neste período foram 17 jogos, com 12 vitórias do Furacão e cinco empates. Mesmo com o histórico a seu favor, o comandante Rubro-Negro sabe do desafio que será enfrentar os paulistas. O técnico destacou a mudança na postura do tricolor paulista com a chegada do novo técnico.

“É um confronto com um nível de dificuldade bastante alto”, avaliou. “Com a chegada do Aguirre, a equipe motivou. Estamos conscientes do que temos que fazer”, completou Diniz. O São Paulo foi eliminado pelo Corinthians na semifinal do Campeonato Paulista e busca o inédito título da Copa do Brasil.

Para enfrentar o time paulista, o treinador volta a contar com o zagueiro Thiago Heleno, que cumpriu suspensão na partida contra o Ceará, em Fortaleza, e será uma importante peça no Furacão.

“Ter o Thiago Heleno é sempre positivo. Pela liderança, identificação com o clube e o torcedor, e pela grande qualidade técnica”, explicou o comandante. Contando com a presença de Thiago Heleno, Diniz tem quatro nomes para três vagas na zaga, já que costuma montar sua equipe com um trio de zagueiros. As outras opções são Wanderson, Paulo André e Esteban Pavez.

Diniz destaca o duelo contra o Tricolor paulista. Foto: Felipe Rosa.
Diniz destaca o duelo contra o Tricolor paulista. Foto: Felipe Rosa.

Para encorpar o elenco diante do São Paulo, Fernando Diniz convocou ainda alguns atletas do time de aspirantes. Ederson, artilheiro do Campeonato Paranaense, foi um dos relacionados. A tendência é que o jogador comece no banco, já que disputa a posição com Bergson, que ficou de fora da última partida contra o Ceará por lesão, e Lucas Ribamar. Além do atacante, outros atletas da equipe de Tiago Nunes foram relacionados. O zagueiro José Ivaldo, o lateral-esquerdo Renan Lodi, o volante Bruno Guimarães e o atacante Marcinho já estão integrados ao time de Diniz.

Outra novidade para o jogo será a presença da torcida organizada. A festa, que já tinha sido liberada com restrições na final da Taça Caio Júnior, no jogo diante do Londrina, fez a diferença para que o Atlético vencesse e erguesse o caneco. Agora, um acordo assinado entre a diretoria do Furacão e a Fanáticos formalizou a cooperação entre as duas partes. Será permitida a entrada de torcedores com camisas de torcidas, bandeiras sem mastros, faixas e instrumentos musicais. A organizada ocupará o setor superior da Getúlio Vargas.

FICHA TÉCNICA

COPA DO BRASIL
Quarta fase – jogo de ida
ATLÉTICO × SÃO PAULO

Atlético
Santos; Pavez (Wanderson), Paulo André e Thiago Heleno; Jonathan, Matheus Rossetto, Raphael Veiga e Carleto; Guilherme, Nikão e Bergson
Técnico: Fernando Diniz

São Paulo
Sidão; Rodrigo Caio, Bruno Alves e Arboleda; Éder Militão, Jucilei, Liziero e Reinaldo; Cueva, Nenê e Tréllez
Técnico: Diego Aguirre

Local: Arena da Baixada
Horário: 21h45
Árbitro: Claudio Francisco Lima e Silva
Assistentes: Cleriston Clay Barreto Rios e Ailton Farias da Silva