enkontra.com
Fechar busca

De Letra

Despedida

Atlético perde para o Bahia e Adílson Batista deixa o clube

Furacão voltou a falhar defensivamente e saiu de campo sob protestos

  • Por Redação

O Atlético enfrentou o Bahia, na noite deste sábado (25), na Arena da Baixada e sofreu nova derrota. Com gols de Marcone e Lulinha, o Furacão perdeu por 2 a 0 e viu a sua situação se agravar no Campeonato Brasileiro. Com o revés, o Rubro-Negro segue na zona do rebaixamento. Nas próximas duas rodadas, a equipe encara Fluminense e Internacional, fora de casa.

Despedida

Ao final do jogo, o técnico Adílson Batista revelou que, em comum acordo com a diretoria, preferiu deixar o clube. “É uma decisão minha e de coração”, destacou o treinador rubro-negro. Em 14 jogos pelo Furacão, o ex-comandante conquistou quatro vitórias, quatro empates e sofreu seis derrotas.

Jogo

Com a estreia do zagueiro Fabrício e o retorno de Paulo Baier ao time titular, o Atlético voltou a oferecer perigo ao adversário nas jogadas de bola parada, comandadas pelo capitão rubro-negro. Porém, as falhas defensivas foram constantes e o Bahia, que contava com um ataque perigoso, formado por Júnior e Jóbson, chegou com mais perigo no primeiro tempo.

Os visitantes marcavam no campo de ataque e o nervosismo tomou conta da defesa atleticana, que errava muitos passes. No comando de ataque, o Furacão apostava na velocidade de Mádson. Porém, Adaílton e Nieto não conseguiam deixar a bola na rede.

Para o segundo tempo, o técnico Adílson Batista tirou o estreante Fabrício e colocou o volante Kléberson. O Furacão melhorou no jogo e chegou com perigo em finalização de Mádson. Ainda sem conseguir uma maior velocidade no setor ofensivo, o treinador rubro-negro tirou Paulo Baier e apostou em Branquinho.

O Bahia seguia imprimindo perigo nos contra golpes, principalmente, nos pés do atacante Jóbson. Os visitantes abriram o placar aos 20 minutos, com Marcone, em belo chute de fora da área. Sem grande técnica, a equipe rubro-negra chegava com perigo mais na base da vontade. Entretanto, quem esteve mais próximo do gol foi o Bahia, com Lulinha.

Sem poder ofensivo, o técnico Adílson Batista tentou sua última cartada com a entrada de Guerrón no lugar de Adaílton. Aos 42min, o atacante Lulinha sacramentou a vitória do Bahia. Final de jogo: Atlético 0x2 Bahia.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

92 Comentários em "Atlético perde para o Bahia e Adílson Batista deixa o clube"


Mario Morais
Mario Morais
7 anos 9 meses atrás

CAP- Clube atlético da Prefeitura, timinho vag@bundo, sem prestígio e sem técnico que queira treiná-lo…

Marcos Carias
Marcos Carias
7 anos 9 meses atrás

Estamos lutando para não ir onde o PRCrube está ha anos e onde o Xoxinha vive ano sim ano não…o que vcs querem falar??? Xoxa recuperou o Cruzeiro….

Marcos Carias
Marcos Carias
7 anos 9 meses atrás

Realmente nosso time é uma vergonha,o pior dos ultimos tempos e se o Malucelli não se coçar,vamos fazer companhia para o Paranada na segundona,mas o pior de tudo é ver esses dois timecos aqui postando. Um ja está na 2ª alguns anos e o outro a caminho

XÓÓÓÓRAAA cavera imunda COOOXXXAAA TRI-TRI-CAMPEAO
XÓÓÓÓRAAA cavera imunda COOOXXXAAA TRI-TRI-CAMPEAO
7 anos 9 meses atrás

podem contratar o TIRIRIKA, pior do que está não fika, kkkk. cap-cadélasarrogantespulguentas, time 100 prestigio, torcida falaciana, e agora 100 técnico. A comédia em cartaz mais antiga do Estado do Paraná, há + de 87 anos só levando fumo diretão…

Paulo Busnasrdo Mikosz
Paulo Busnasrdo Mikosz
7 anos 9 meses atrás

Chora pó de arroz,chora cartola, chora poodles, chora filhos do metralha. Sempre Coritiba

1 2 3 19
wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas