O ano de 2019 já ficou marcado na história do Athletico. A conquista inédita da Copa do Brasil coroou a temporada do calendário mais recheado do clube até aqui. Com a oportunidade de disputar as competições mais importantes do Brasil e da América do Sul, o Furacão tem feito uma temporada milionária. Já lucrou nada menos do que R$ 91,2 milhões em premiações. E a conta pode aumentar.

Com a vaga na Libertadores de 2020 já garantida e uma remota chance de conquistar o título do Brasileirão, o Rubro-Negro se apega nas cifras para seguir buscando melhores colocações no torneio.

Neste ano, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) aumentou consideravelmente a premiação do Campeonato Brasileiro. Para se ter uma ideia, enquanto no ano passado o campeão nacional faturou R$ 18,1 milhões, em 2019 a premiação para o primeiro colocado vai bater a casa dos R$ 33 milhões, ou seja, um acréscimo de 82%.

Por isso, o Athletico vai buscar melhorar sua classificação. Atualmente, o Furacão está no meio da tabela. Longe da zona de rebaixamento e bem distante do líder Flamengo, a ideia é conseguir o quanto antes as cinco vitórias que faltam para se garantir matematicamente na primeira divisão e, depois, galgar posições de mais destaque.

Atualmente, o Rubro-Negro é o nono colocado. Se pelo menos mantiver essa posição, levará ao final da competição R$ 19,8 milhões para casa. No ano passado, o time que terminou nessa colocação faturou R$ 1,8 milhão. O acréscimo, nesse caso, foi de nada menos do que 1000%.

+ Confira a classificação completa do Brasileirão!

Mas o Athletico quer mais. A diferença para o Santos, terceiro colocado, já é de dez pontos, mas em relação ao Corinthians, que ocupa a quarta posição, são apenas sete pontos para tirar até o final do Campeonato Brasileiro. O quarto melhor time do Brasileirão vai faturar a bolada de R$ 28 milhões.

Além dessa grana, o Furacão tem entrado em campo com o peso e a responsabilidade de ser o atual campeão da Copa do Brasil. Está em evidência e ganhou de vez o respeito no cenário do futebol brasileiro. Motivos de sobra para, mesmo depois que se livrar de qualquer risco de queda, seguir apostando alto na sequência da competição.

Bolso cheio

Essa premiação que vai garantir ao final do Campeonato Brasileiro será a cereja do bolo no ano milionário do Athletico. Somente na Copa do Brasil, o Furacão garantiu R$ 64,3 milhões. Também lucrou R$ 16 milhões com a Libertadores, R$ 3,6 milhões com a J.League YBC Levain Cup e R$ 1,4 milhão com a Recopa Sul-Americana.

Sem contar o faturamento que teve com outras receitas, como verbas de televisão, patrocinadores, aumento no número de sócios e bilheterias. O Rubro-Negro é hoje um clube saudável financeiramente, capaz de seguir investindo cada vez mais alto no futebol, mas sem deixar de lado suas dívidas. Inclusive o pagamento dos financiamentos realizados para a reforma da Arena da Baixada. Algo fundamental, já que colocou como garantia nesses empréstimos parte do seu patrimônio, entre eles o próprio estádio e o CT do Caju.

Leia mais:

+ Robson Bambu passa por cirurgia após fratura no rosto
+ Com contrato acabando, Tiago Nunes ensaia renovação com o Furacão
+ Suspensão acaba e Thiago Heleno pode voltar a jogar