Com apenas duas derrotas nos últimos 22 jogos que disputou, o River Plate chega motivado para o duelo de ida da decisão da Recopa Sul-Americana diante do Athletico, nesta quarta-feira (22), às 21h30, na Arena da Baixada. O time argentino, que chegou em Curitiba na segunda-feira (21), fez o último treinamento no final da tarde desta terça-feira (21), véspera da partida, no CT do Caju.

+ Serviço: Saiba como assistir ao jogão em qualquer lugar do planeta

O trabalho contou com grande presença de jornalistas que vieram da Argentina para cobrir a partida. Javier Gil Navaro, repórter da ESPN que cobre o River, projeta um grande jogo na Arena da Baixada, digno dos campeões da Libertadores e da Copa Sul-Americana, mas não esconde a preocupação do time argentino com o gramado artificial do Caldeirão.

+ Comandante: Lucho González reencontra o River

“É uma partida de alto risco para os dois. O River Plate respeita muito o Paranaense e o Paranaense respeita muito o River Plate. São dois grandes times, que conta com grandes jogadores. Resta saber como se vai responder na grama sintética. Não está acostumado. Somente o Lucas Pratto jogou uma vez no Brasil. Serão duas partidas muito disputadas. São dois times que jogam um bom futebol e têm propostas ofensivas”, avaliou o jornalista.

+ Surpresa: Conmebol realiza exame antidoping nos jogadores dos dois times

O River Plate terminou o Campeonato Argentino na quarta colocação. Na Copa da Superliga Argentina, foi eliminado nas quartas pelo Atlético Tucumán, mas está nas oitavas de final da Libertadores contra o Cruzeiro. O técnico Marcelo Gallardo, segundo Navaro, deve pedir a time para pressionar o Athletico e evitar que o Furacão fique mais tempo com a bola. “O River Plate se preparou para isso, para tentar que o Paranaense não tenha a bola. O River Plate deve fazer uma pressão alta para roubar a bola do rival e tentar ser protagonista da partida”, reforçou.

+ Personagem: Luccas Pratto elogia o Athletico

Mostrando a boa fase do time, quatro jogadores do River Plate que vão estar em campo nesta quarta foram convocados para defender a seleção argentina na Copa América. O técnico Lionel Scaloni convocou o goleiro Armani, o lateral-esquerdo Casco, o meia Palacios e o atacante Matías Suárez. Todos voltarão ao Brasil para disputar a competição em junho.

Time

Depois que perdeu o atacante Juan Quintero, machucado, e o meia-atacante Pity Martínez, que foi para o futebol dos Estados Unidos, o técnico Marcelo Gallardo conseguiu achar uma formação ideal para o ataque do River Plate. Por isso, todo cuidado será pouco por parte do Athletico com o quarteto formado por Palacios, Matías Suárez, De la Cruz e Lucas Pratto.

+ Emoção: Furacão a caminho de mais uma final

O ataque do Athletico, segundo Navaro, também inspira cuidados do River Plate. Marco Ruben é um velho conhecido, mas Rony também preocupa. “O River Plate tem que estar atento. O time tem dois zagueiros muito bons. Será uma boa batalha. Tem que ter cuidado com a velocidade de Rony e a contundência de Marco Ruben”, finalizou o jornalista.

+ Leia mais: TJPR libera venda de cerveja nos estádios

O técnico Marcelo Gallardo fechou o treino para a imprensa e vai confirmar o time somente momentos antes da partida. No entanto, a provável formação de Los Millonarios deve ter Armani; Mayada, Martínez Quarta, Pinola e Casco; Enzo Pérez, De La Cruz (Zuculini), Palacios e Ignacio Fernández; Matías Suárez e Pratto.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do Trio de Ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!