O Corinthians cogitou a contratação do atacante Rony, 24 anos, mas recuou com o preço de 12 milhões de euros (R$ 54,2 milhões, na cotação atual) para o mercado brasileiro. O time paulista sequer abriu negociação com o Athletico, de acordo com o Uol Esporte.

A diretoria do Timão fez apenas uma sondagem e recuou na intenção por se assustar com a multa rescisória. O jogador atleticano era uma alternativa da direção, com indicação do técnico Tiago Nunes, ex-Furacão, para a vaga de Michael, do Goiás. O Corinthians desistiu da contratação do atacante esmeraldino após oferecer 5 milhões de euros (R$ 22,5 milhões).

A diretoria do Athletico, inclusive, quer renovar o vínculo de Rony ainda nesse primeiro semestre. Ele tem contrato até julho de 2021. A manobra atleticana visa aumentar ainda mais o valor da multa internacional, além de garantir que ele não possa assinar um pré-contrato com outro time a partir de janeiro do ano que vem.

Essa medida também é necessária para o Furacão se prevenir de assédios de outros clubes. O Palmeiras é outro que já consultou a situação do atacante, enquanto o Mônaco, da França, também monitora o processo.

+ Mais do Furacão:

+ Athletico tira onda com o Coritiba ao anunciar Marquinhos Gabriel
+ Furacão tem interesse em lateral-direito do Boca Juniors