A Confederação Brasileira de Futebol confirmou no início da tarde deste sábado (9) a convocação de Santos para a seleção brasileira. A segunda chamada do goleiro do Athletico pelo técnico Tite aconteceu após o corte de Ederson, do Manchester City, por lesão. Assim, ele segue com o grupo brasileiro para o Oriente Médio, onde acontecem as duas partidas dos próximos dias – sexta (15), contra a Argentina, em Riad, na Arábia Saudita; e na outra terça (19), contra a Coreia do Sul, em Dubai.

+ Time: Santos vai jogar, mas Athletico terá outros problemas na escalação

Santos foi muito elogiado por Tite e pelos jogadores da seleção na sua primeira passagem pelo escrete canarinho, nos últimos dois amistosos. O camisa 1 do Furacão não jogou, mas a participação dele nos treinos foi marcante, a ponto de a assessoria da CBF preparar um vídeo com as defesas e os gritos de euforia dos atletas, incluindo Neymar.

+ Confira a classificação completa do Brasileirão!

O jogador atleticano será o único que atua no Brasil no grupo montado por Tite. Por decisão do treinador, nenhum outro atleta que disputa o Brasileirão foi chamado – no caso do Flamengo, ainda há a Libertadores. Tudo para não haver prejuízo técnico na reta final da temporada.

Santos em treinamento com a seleção brasileira. Foto: Lucas Figueiredo/CBF.
Santos em treinamento com a seleção brasileira. Foto: Lucas Figueiredo/CBF.

Confira a lista completa da seleção:

Goleiros: Alisson (Liverpool), Daniel Fuzato (Roma) e Santos (Athletico).

Defensores: Danilo (Juventus), Emerson (Bétis), Alex Sandro (Juventus), Renan Lodi (Atlético de Madrid), Éder Militão (Real Madrid), Felipe (Atlético de Madrid), Marquinhos e Thiago Silva (PSG).

Meio-campistas: Arthur (Barcelona), Casemiro (Real Madrid), Fabinho (Liverpool), Paquetá (Milan), Douglas Luiz (Aston Villa) e Philippe Coutinho (Bayern de Munique).

Atacantes: David Neres (Ajax), Roberto Firmino (Liverpool) , Gabriel Jesus (Manchester City), Richarlison (Everton), Rodrygo (Real Madrid) e Willian (Chelsea).