enkontra.com
Fechar busca

Athletico

Athletico Paranaense

Athletico Paranaense

Ficou difícil

Athletico perde pro Grêmio e se complica na Copa do Brasil

Furacão teve uma atuação muito fraca, levou 2×0 e terá que reverter desvantagem no jogo de volta, na Arena da Baixada

  • Por Luiz Ferraz

O Athletico largou mal na semifinal da Copa do Brasil. Com uma atuação ruim, o Furacão foi presa fácil para o Grêmio, perdeu por 2×0 na noite desta quarta-feira (14), na Arena do Grêmio, em Porto Alegre, e terá que vencer por três gols de diferença na partida da volta, dia 4 de setembro, na Arena da Baixada, para ir à final da competição. Uma vitória por dois gols levará a decisão da vaga para a disputa dos pênaltis, independentemente do placar, uma vez que não os gols fora não são critério de desempate.

+ Confira como foi o jogo no Tempo Real da Tribuna!

O time do Athletico praticamente não jogou nos primeiros 45 minutos. A escolha de Lucho González foi a surpresa do técnico Tiago Nunes, mas deixou o time rubro-negro mais defensivo. O Furacão, então, abdicou um pouco de atacar. Bruno Guimarães, bem marcado, pouco apareceu no primeiro tempo. Assim, o Grêmio teve campo para atacar e foi para cima. Nos primeiros minutos, Cortez e Everton criaram boas chances para abrir o placar.

Com o adversário mais fechado, o Grêmio tinha paciência. Rodava bem a bola até encontrar espaços para tentar furar a defesa atleticana. E foi assim que saiu o primeiro gol. Aos 23 minutos, Matheus Henrique fez boa jogada, Everton cruzou e André, livre entre os zagueiros, cabeceou no canto, não dando chances para Santos.

O gol deu ainda mais intensidade aos donos da casa. O time gaúcho, aos 27, quase marcou, mas André, livre na pequena área após cobrança de falta, cabeceou fraco. A primeira chance do Athletico veio no lance seguinte. Rony arrancou em velocidade, chutou cruzado, mas errou o alvo. O jogo ficou aberto e, na sequência, André fez a jogada de pivô e serviu Maicon, mas o chute parou em mais uma boa defesa de Santos.

André comemora o gol do Grêmio sobre o Athletico. Foto: Albari Rosa

André comemora o gol do Grêmio sobre o Athletico. Foto: Albari Rosa

Nos minutos finais do primeiro tempo, o Furacão se abriu um pouco mais e quase conseguiu o empate. Na melhor chance do time, Marcelo Cirino tabelou com Marco Ruben e, dentro da área, encheu o pé, mas mandou na trave a última chance de igualar o placar na etapa inicial.

Em desvantagem, o Athletico se soltou um pouco mais no segundo tempo. O Grêmio, por sua vez, deu um passo para trás para segurar o ímpeto do Furacão. O time atleticano até conseguiu equilibrar as ações, tinha mais posse de bola, mas conseguia chegar somente em chutes de média distância.

+ Viu essa? Com camisa do Furacão, torcedor é cercado por coxas-brancas no Couto

O tricolor gaúcho, com o domínio do jogo, tinha paciência nas suas investidas ofensivas e seguiu criando as melhores chances. Aos 18, André recebeu de Everton e, na cara do gol, se atrapalhou e perdeu boa chance. Com pouca criatividade, Tiago Nunes apostou na entrada de Nikão na vaga de Marco Ruben.

A alteração não surtiu o efeito esperado. O Rubro-Negro seguiu sendo dominado e o Grêmio aproveitou para ampliar a vantagem, aos 27. Jean Pyerre aproveitou a barreira mal armada pelo goleiro Santos, cobrou bem a falta e acertou o canto do arqueiro para ampliar a vantagem. O terceiro quase saiu dois minutos mais tarde. Alisson disparou do meio de campo, passou como quis por Márcio Azevedo e, na cara do gol, mandou para fora.

Com Bruno Nazário no lugar de Lucho González, o Athletico foi para o tudo ou nada. Rony seguiu sendo o jogador mais perigoso do Furacão. O camisa 7, aos 35, quase marcou. O chute de fora da área tirou tinta da meta de Paulo Victor. O time atleticano não se entregou, mas passou a dar espaços para os contra-ataques. Apesar da postura mais ofensiva do adversário, o tricolor gaúcho segurou o placar e garantiu boa vantagem para a partida da volta.

FICHA TÉCNICA

COPA DO BRASIL
Jogo de ida

GRÊMIO 2X0 ATHLETICO

Grêmio
Paulo Victor; Leonardo, Pedro Geromel, Kannemann e Cortez; Maicon (Luan), Matheus Henrique, Alisson, Jean Pyerre (Thaciano) e Everton; André (Diego Tardelli).
Técnico: Renato Gaúcho

Athletico
Santos; Jonathan, Lucas Halter, Léo Pereira e Márcio Azevedo; Wellington, Bruno Guimarães e Lucho González (Bruno Nazário); Marcelo Cirino (Vitinho), Rony e Marco Ruben (Nikão).
Técnico: Tiago Nunes

Local: Arena do Grêmio (Porto Alegre-RS)
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ)
Assistentes: Alessandro Alvaro Rocha de Matos (Fifa-BA) e Rodrigo Figueiredo Henrique Correa (Fifa-RJ)
VAR: Rodrigo Nunes de Sá (RJ)
Gols: André, 23 do 1º; Jean Pyerre, 27 do 2º
Cartões amarelos: Kannemann, Everton (GRE); Rony, Léo Pereira (CAP)
Público pagante: 40.175
Público total: 43.280
Renda: R$ 1.931.786,00

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

98 Comentários em "Athletico perde pro Grêmio e se complica na Copa do Brasil"


Botelho Pinto da Rocha
Botelho Pinto da Rocha
4 dias 9 horas atrás

O Mirtão só aparece quando o Coxinha tá zona de classificação…. Daí o infeliz aparece rindo feito um retardado …. é o tal que “nunca abandona…….”

José Augusto Tambosi
José Augusto Tambosi
6 dias 21 horas atrás

Na verdade, o time atleticano se encolheu diante do Grêmio.

CORI TIBA = MUITOS PORCOS
CORI TIBA = MUITOS PORCOS
6 dias 22 horas atrás

Esse não é o mesmo campeonato que as porcas foram eliminadas na primeira fase pelo URT???

Mirtão Lopes
Mirtão Lopes
6 dias 22 horas atrás

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk o sonho acabou. Agora só tem PAMONHA! PAMONHA! PAMONHA!

Lutador Antifascista
Lutador Antifascista
6 dias 22 horas atrás

O Atlético em decisões tem dificuldade de vencer na Arena, foi assim contra o Júnior Barranquilla na final da Sul Americana (1×1), foi assim na Libertadores contra o Boca Júnior (0x1), foi assim na Copa do Brasil contra o Flamengo (1×1) e vai ser a mesma coisa contra o Grêmio. Não ganha em casa!!!

1 2 3 11
wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas