Disposto a provar a inocência do zagueiro Thiago Heleno e do volante Camacho nos casos de doping, o Athletico está investindo pesado e contratou o renomado escritório de advocacia Bichara & Motta, do Rio de Janeiro. Os advogados Marcos Motta e Bichara Neto são especialistas neste tipo de processo e possuem uma clientela repleta de estrelas do esporte.

Entre os assessorados pelo escritório estão os jogadores da seleção brasileira Neymar e Gabriel Jesus, além do surfista Gabriel Medina. No caso de Neymar, os advogados trabalham com a assessoria jurídica em negociações de contrato. O jogador do PSG está sendo defendido por outros advogados na acusação de estupro que sofreu.

+ Leia também: Furacão lamenta derrota para o Palmeiras

Na questão de doping, Bichara & Motta defenderam, por exemplo, Fred, ex-seleção brasileira, Guerrero, do Internacional, o ex-meia Deco, e o caso envolvendo os jogadores do River Plate, em 2017.

Como está o caso de Thiago Heleno e Camacho?

Segundo apurou a reportagem, a expectativa é que a audiência seja nos próximos 30 dias, possivelmente no início de julho. Porém, a Conmebol está focada na organização da Copa América no Brasil, o que pode emperrar os planos.

Thiago Heleno e Camacho estão suspensos até o julgamento da unidade disciplinar da Conmebol, que ainda não tem data marcada. A contraprova dos dois atletas testou positivo para a substância higenamina. O zagueiro e o volante não podem atuar até a sessão e também estão proibidos, como prevê a legislação, de treinar com o restante do elenco.

+ Mais na Tribuna: Athletico dispensa jogador que custou R$ 1 milhão

A esperança da defesa é que a suspensão dos atletas seja transformada em advertência. A alegação do clube é que a ingestão da substância ocorreu por um erro do departamento nutricional e não para obter vantagem física.

Outra argumentação é de que a higenamina, que acelera o metabolismo, entrou na lista de substâncias proibidas da Wada (Agência Mundial Antidoping) há pouco tempo – desde 2017. O problema é que apesar de ser proibida na legislação esportiva, a presença da higenamina é permitida em suplementos de diversos países, como nos Estados Unidos.

+ Confira a classificação completa do Brasileirão

Se Camacho e Thiago Heleno forem punidos, o Furacão pode recorrer em outras duas instâncias. A primeira delas na própria Comnebol e, posteriormente, no CAS (Corte Arbitral do Esporte), na Suíça.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do Trio de Ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!