Na última quinta-feira (9), a Globo confirmou a compra do direito do livro Indefensável – O goleiro Bruno e a História da morte de Eliza Samudio, escrito pelos jornalistas Leslie Barreira Leitão, Paula Sarapu e Paulo Carvalho, publicado pela editora Record, em 2014.

O canal carioca planeja transformar a história que chocou o Brasil em 2010 em seriado, segundo Léo Dias. O colunista ainda revela que a atriz Vanessa Giácomo foi confirmada para interpretar a vítima e que Amora Mautner, diretora artística de A Dona do Pedaço, está envolvida no projeto. A estreia está prevista para acontecer após a exibição de Verdades Secretas 2.

LEIA MAIS: Explosão de submarino nuclear da Rússia vira filme e estreia neste fim de semana

No entanto, para o jornal Extra, a Globo explica que comprou não só direito deste livro, mas de outros sobre crimes. “Existe o desejo de fazermos uma série sobre crimes”, revelou a emissora. Porém, o canal negou que a série já esteja em desenvolvimento.

O caso

Eliza Samudio tinha um filho com o jogador Bruno, na época goleiro do Flamengo, após um relacionamento conturbado em 2009. A jovem denunciou o atleta à polícia por agressão. Mesmo assim, Samudio foi vítima de cárcere privado, estrangulamento e esquartejamento.

CONFIRA TAMBÉM: Imagens de Avatar 2

Goleiro Bruno foi condenado a 20 anos e nove meses de prisão por homicídio triplamente qualificado de Eliza e pelo sequestro e cárcere privado de seu filho de dois anos, o Bruninho.

Repercussão negativa

Após repercussão sobre o desenvolvimento de uma série sobre crimes. A diretora Gloria Perez, que teve a filha assassinada em 1992, comentou sobre a produção em seu Twitter dizendo que só pode ser piada de mau gosto.