Para conseguir se aproximar de alguém, sentir-se à vontade para trocar ideias, conversar de forma “relaxada” ou paquerar, é importante:

  • Prática
  • Confiança
  • Saber ser agradável

A conversa pode ser aprimorada, treinada e desenvolvida. É assim que as pessoas conseguem se relacionar de forma mais assertiva, preparando-se para a situação. Algumas têm mais facilidades que outras. É possível desenvolver essa habilidade social, mas é necessário persistência. Esse treino é importante não só para vida pessoal, mas também profissional.

Às vezes, a pessoa tem vergonha, se sente insegura, acha que vai falar besteira. É preciso superar o medo e se arriscar, parar de se esconder e se sentir inferior. Tem que fazer o movimento para as coisas melhorarem, ninguém pode fazer isso pela pessoa, ela precisa exercitar a comunicação.

Normalmente o medo acontece em situações que:

  • É avaliado
  • Fala com pessoas que tem hierarquias maiores (por exemplo:chefes)
  • Acha que algo no outro demonstra superioridade e a faz sentir inferior
  • Não conhece a pessoa, e tem receio de não causar boa impressão

Alguns cursos e grupos de pessoas podem ajudar nesse processo (teatro, curso de oratória, grupos de pessoas que interesse…).

Veja também: Namoro à distância pode dar certo?

É fundamental o acompanhamento psicológico quando tem grande dificuldade em se relacionar. O psicólogo pode ajudar a desenvolver a habilidade de “ler as necessidades e intenções das pessoas”. Também pode auxiliar a enfrentar a timidez, sentindo-se mais seguro e confiante para iniciar uma conversa. E inclusive, a psicoterapia leva a entender o que está prejudicando a comunicação e como lidar com a “trava” na hora de falar.

CONTINUE LENDO: Descubra como criar sintonia com o seu amor