Maioria nas universidades, nas academias e em grande ascensão no mercado de trabalho, as mulheres têm conquistado cada vez mais seus espaços dentro da sociedade. Hoje, elas são mães, esposas, trabalham, cuidam da casa e ainda tem que encontrar tempo para cuidarem de si, do corpo, da alimentação e da saúde.

Assim, os produtos femininos também têm ganhado destaque no mercado atual, principalmente aqueles fabricados pelas indústrias alimentícias, farmacêuticas e de cosméticos. A gelatina é um alimento totalmente natural e saudável. Assim, o interesse dessas indústrias em produzir produtos com gelatina aumentou bastante nas últimas décadas.

Atualmente, a maior parte das pessoas busca manter-se saudável e em forma. Com isso, o interesse pelos produtos alimentícios naturais e benéficos à saúde também tem aumentado bastante. Segundo o professor do Departamento de Alimentos e Nutrição da Faculdade de Engenharia de Alimentos da UNICAMP, Valdemiro Sgarbieri, o uso da gelatina como ingrediente ou como sobremesa tem dado resultados positivos no fortalecimento e saúde das unhas, cabelos e hidratação da pele, promovendo maior resistência, maior espessura, crescimento e brilho.

Constituída de 85% de proteína, principalmente o colágeno, 12% de água, 2% de sais minerais e 1% de hidrato de carbono, ela garante a integridade estrutural das células e ajuda a reduzir o acúmulo de líquido das mesmas, podendo diminuir a formação de celulite.

– A gelatina também tem importante potencial na prevenção e no tratamento de dores e inflamações articulares – destaca o professor Sgarbieri.