Ópera de Arame, em Curitiba.

Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul estão juntos em uma ação que visa fortalecer a Região Sul como destino turístico, atraindo um número maior de visitantes. Para isso, deram início ao Roteiros Marcas do Sul do Brasil, um projeto fruto da parceria das prefeituras de Curitiba, Florianópolis e Porto Alegre, com o apoio da Embratur, que deve entrar em funcionamento a partir de julho.

O projeto vem ao encontro do Programa de Regionalização do Turismo, lançado pelo Ministério do Turismo por meio da Secretaria de Políticas de Turismo.

Além de ampliar o fluxo de visitantes para o Brasil por meio de novos destinos integrando as três capitais do Sul, Marcas do Sul pretende integrar a promoção dessas capitais nos mercados europeu e latino-americano; fomentar novos produtos turísticos tendo como eixo a qualidade ambiental, a qualidade de vida, o potencial em negócios e investimentos, o alto nível de educação e multiculturalismo; oferecer ao mercado roteiros operados por empresários locais, valorizando os diferenciais existentes e fortalecendo os sistemas locais de produção.

São objetivos do projeto também reforçar as parcerias com a iniciativa privada para ampliar ainda mais o número de eventos nas capitais e reduzir a sazonalidade, movimentando as cidades fora da alta temporada turística.

Os roteiros integrados previstos pelo projeto têm como alvo principalmente brasileiros, europeus e latino-americanos. Pretende atingir famílias, jovens, casais em lua-de-mel, grupos de melhor idade e o público GLBT (gays, lésbicas, bissexuais e transgêneros).

Treinamento

Nesta semana, a Diretoria de Turismo, órgão da Companhia de Desenvolvimento de Curitiba, promoveu treinamento para cerca de 150 profissionais que trabalham direta ou indiretamente com os turistas que visitam a cidade. Participaram do treinamento desde empresários, gerentes de hotéis, guias de turismo, estudantes que estagiam em empresas de turismo, atendentes de lanchonetes, motoristas e cobradores da Linha Turismo até taxistas. O objetivo foi qualificar e identificar os trabalhadores do trade turístico e as comunidades culturais que têm suas atividades econômicas vinculadas ao turismo. Por meio de palestras, os participantes puderam conhecer um pouco mais sobre a importância econômica do turismo, foram orientados sobre como prestar um melhor atendimento ao visitante e receberam mais informações sobre a capital paranaense.

Amanhã, a palestra “O Turismo, a Hospitalidade e a Cidade”, proferida pelo publicitário Elói Zanetti, vai fechar o ciclo de treinamento. Essa última palestra é aberta ao público e acontece às 9h30, no Salão de Atos do Parque Barigüi. A entrada é gratuita.

Pacotes incluem passeios nas três capitais

O Marcas do Sul promove diferentes roteiros, dentre os quais de aventura, de lua-de-mel e passeios para a terceira idade. Qualquer que seja o pacote, todos incluem visita às três capitais sulistas. “É um modo novo de promover o Sul do País e, com certeza, irá atrair muita gente de outros estados e de fora do Brasil”, acredita o presidente da Companhia de Desenvolvimento de Curitiba, Paulo Henrique Munhoz da Rocha.

Roteiros

Os roteiros são de dez dias e incluem city tour e visita a importantes pontos turísticos naturais, culturais, históricos, de lazer e gastronômicos das três capitais. Entre eles estão os roteiros Jovem e Melhor Idade. Além de trazer o percurso completo de cada roteiro, o material gráfico que apresenta o Marcas do Sul traz uma relação de restaurantes, casas noturnas e bares, com endereços e telefones e destaca algumas dicas especialmente para os casais em lua-de-mel, como onde se pode desfrutar de um jantar romântico e dançar. Para o público GLS, o material também mostra opções de diversão e lazer, principalmente bares e boates.

Mais informações sobre os roteiros podem ser obtidas junto à Diretoria de Turismo, pelo telefone (41) 250-7775.