enkontra.com
Fechar busca

De Letra

Paraná Clube passa a treinar na Vila Olímpica

  • Por Irapitan Costa

A revitalização do estádio Érton Coelho Queiroz -agora como centro de treinamentos – foi articulada por Ricardinho antes mesmo da sua efetivação como técnico do Paraná Clube. Ele não esconde os laços afetivos com o local, que abrigou por muito tempo as categorias de base do Tricolor. Com a nova logística, a diretoria busca resgatar um pouco do período em que o Paraná comandou o futebol paranaense por quase uma década.

Com o gramado recuperado, e pequenas benfeitorias na arquibancada e nos vestiários, o Paraná já transferiu todos os trabalhos do time principal para o Boqueirão. O processo de recuperação da Vila Olímpica ainda levará algum tempo. “As coisas não acontecem da noite pro dia, mas estamos dando um passo de cada vez, seguindo o planejamento estabelecido no fim do ano passado”, destacou o gerente de futebol Alex Brasil, impressionado com a área invejável do Érton Coelho Queiroz. “Ainda temos que recuperar o campo auxiliar. Mas poucos clubes do Brasil têm uma estrutura como essa”, disse.

Na prática, o estádio sente os efeitos de mais de três anos de abandono. A Vila Olímpica foi desativada no final de 2008, quando as categorias de base se transferiram para o Ninho da Gralha, em Quatro Barras. O sonho da diretoria é novamente utilizar o Érton Coelho Queiroz para alguns jogos do Paraná, mas isso é projeto para as próximas temporadas. “No momento, estamos tornando o Boqueirão funcional para o nosso time trabalhar. Além do gramado, recuperamos o vestiário, a fisioterapia e a sala de musculação”, comentou o vice presidente Luiz Carlos Casagrande, responsável pela administração das obras. “Também vamos reformar as cabines de imprensa e a arquibancada superior”, explicou.

O objetivo, neste primeiro estágio, é deixar o estádio pronto para receber ao menos jogos-treinos e amistosos de pequeno porte. O Paraná não disputa um jogo oficial no Érton Coelho Queiroz desde 24 de setembro de 2000. Naquele ano, pelo módulo amarelo da Copa João Havelange, o Tricolor perdeu para o Bragantino (1 x 0). No antigo estádio do Pinheiros, inaugurado em 1983, o Paraná conquistou o pentacampeonato de 1997, quando estabeleceu o recorde de público do estádio: 17.926 torcedores. “O mais importante, agora, é que contamos com uma área funcional para os treinamentos e a alimentação dos atletas”, ressaltou Alex Brasil.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

6 Comentários em "Paraná Clube passa a treinar na Vila Olímpica"


Junior Vieira
Junior Vieira
5 anos 8 meses atrás

Creio que seja a mesma coisa que vc ter uma casa, não aluga nem vende, deixa o tempo destruir…Mas, é isso aí galera, mãos a obra para a revitalização da Vila Olímpica! eu apoio essa iniciativa…

Evangelino do Couto *Rumo ao Segundo Penta
Evangelino do Couto *Rumo ao Segundo Penta
5 anos 8 meses atrás

Eu assisti, saudosamente, Pinheiros e Colorado na Vila Olímpica, dois a zero pro Pinheiros, dois gols de Mauro Madureira. Estava na torcida do Colorado, acompanhando o velhinho… Daí, minha simpatia pelo Tricolor, sendo coxa…

Evangelino do Couto *Rumo ao Segundo Penta
Evangelino do Couto *Rumo ao Segundo Penta
5 anos 8 meses atrás

Cade o MarÇelo Furassão? Será que trocou de Nick? KKKKKK

Luiz Fernando F. Araujo
Luiz Fernando F. Araujo
5 anos 8 meses atrás

A Vila Olimpica também nos traz boas recordações, ñ faz sentido abandonar uma estrutura como aquela , todos os clubes do Brasil adorariam possuir um estadio como o do Boqueirão , é isso ai diretoria , mãos à obra .É TRICOLOR !!!!

Marcos Silva
Marcos Silva
5 anos 8 meses atrás

sempre achei ridiculo treinarno campo que joga, alguém de bom senso esta mudanda as coisas no TRICOLOR

wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas