A banda de rock Detonautas lançou nesta sexta-feira (4) a música “Micheque”, uma sátira à primeira-dama, Michelle Bolsonaro, e ao fato de ela ter recebido R$ 89 mil do ex-assessor Fabricio Queiroz.

Na letra, que conta com falas do humorista Marcelo Adnet imitando o presidente Jair Bolsonaro, os músicos chamam Flávio Bolsonaro de “Willy Wonka”, já que é suspeito de utilizar loja de chocolates para lavagem de dinheiro no caso das rachadinhas.

Chamam Carlos Bolsonaro de “Tonho da Lua” pela semelhança dele com o personagem da novela “Mulheres de Areia” (Globo, 1993). E ainda se referem a Eduardo Bolsonaro como “Bananinha”.

Na letra, indagam Michelle sobre os motivos que teriam levado Queiroz a depositar na conta dela o montante. Em outro trecho, dizem que “o risco é maior e a ganância toma tudo então, e quanto mais tem mais se sente o dono da situação”. Em seguida, enfatizam: “Só que comigo não. Nunca me enganou, então responde logo como essa grana aí entrou”.