Com direito a show, palmas, oração e até bolo de chocolate. Assim um condomínio na Rua Carlos Dietzsch, bairro Portão, em Curitiba, vivenciou na noite de sábado (21), a apresentação de música com duração de 1h30 com um repertório escolhido pelos próprios moradores em um grupo de mensagens de WhatsApp.

Quem teve a excelente ideia foi Fábio Volpe, de 35 anos. Professor de educação física e cantor nas horas vagas, Fábio decidiu há dois dias que poderia entreter as pessoas, usando a música como instrumento de relação com a vizinhança que está fechada em seus apartamentos devido a pandemia do coronavírus. “ Há dois dias comentei com um aluno que faria isso e ele incentivou. O repertório foi feito no No grupo do condomínio e segui algumas das sugestões”, relatou Fábio.

LEIA TAMBÉM Grupos vulneráveis exigem atenção pelo coronavírus; saiba quais

No repertório, músicas de louvor e alto astral. Claro que não poderiam faltar os clássicos da música brasileira como “Evidências” de Chitãozinho e Xororó e os gritos de Toca Raul. Também houve oração, e um coro do Pai Nosso ressoou entre todos do condomínio durante a noite.

Agenda de eventos cancelada

Fábio Volpe tinha programado na agenda alguns eventos que foram cancelados ou adiados. Para o mês de maio, tinha um casamento em que iria se apresentar. No entanto, a recompensa está vindo com o apoio da família e dos próprios amigos. “ Teve gente que nem mora aqui e mandou mensagem elogiando a atitude. O importante neste momento é dar sequência e apoiar a quem mais precisa. Estou passando para os alunos meus planos de exercício dentro de casa”, ressaltou o professor de educação física.

Para incentivar outras pessoas, o professor lançou nas redes sociais a hashtag #useseudomparaalgobom. A proposta é fazer com que as pessoas não desanimem e continuem na luta contra o coronavírus.

Bolo de chocolate

Em certo momento da apresentação, a campainha tocou. Na hora, Fábio pensou que poderia ser o síndico ou alguém pronto para reclamar. Quando abriu a porta, uma surpresa apareceu. Um bolo de chocolate na mão de um vizinho.

Guilherme Mariano, 35 anos, consultor comercial, estava emocionado com tantas canções bacanas ao redor da sua casa. “ O confinamento não é fácil e a atitude de levar um bolo para o Fábio foi uma forma de gentileza, pois ele fez um bem gigante para o condomínio. A minha filha de cinco meses acordou até com a música, mas só tenho a agradecer. Foi fantástico e tomara que tenha novamente”, desabafou o consultor comercial.

Noite de show na sacada de prédio no Portão, em Curitiba, durante isolamento por coronavírus. Foto: arquivo pessoal.

Como prevenir a contaminação por coronavírus

  • Lavar as mãos com frequência/ ou utilizar álcool 70%, principalmente antes de consumir algum alimento;
  • Utilizar lenço descartável para higiene nasal;
  • Cobrir nariz e boca quando espirrar ou tossir;
  • Evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca, higienizar as mãos após tossir ou espirrar;
  • Não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas;
  • Manter ambientes bem ventilados, evitar contato próximo com pessoas que apresentem sinais ou sintomas da doença;
  • Evitar contato próximo com animais selvagens e animais doentes em fazendas ou criações;
  • Pessoas com sintomas de infecção respiratória aguda devem praticar etiqueta respiratória (cobrir a boca e nariz ao tossir e espirrar, preferencialmente com lenços descartáveis, e depois lavar as mãos).

Baixe o guia de prevenção para compartilhar!

Imprima esse guia em PDF com informações sobre a prevenção do Coronavírus e outras doenças respiratórias virais: