Renato Martins de Souza, 29 anos, foi deixado no Hospital do Trabalhador, por pessoas que não se identificaram e morreu poucas horas depois. O homem não resistiu aos três tiros que recebeu. Segundo familiares disseram aos policiais da Delegacia de Homicídios, Renato era viciado em drogas. Eles não souberam informar quem deixou a vítima no hospital.

Marco Aurélio Braz Brandet, 32 anos, foi outra vítima de disparos de arma de fogo que não resistiu aos ferimentos. A morte também aconteceu no domingo, mas no Hospital Cajuru. Segundo o boletim registrado pela família, Marco tinha deixado a Colônia Penal Agroindustrial em 27 de março, depois de cumprir pena por furto. A família informou que ele foi alvejado por três tiros, no local onde costumava consumir drogas, na ponte da Rua Trindade, Cajuru. Os dois crimes são investigados pela Delegacia de Homicídios.