Três assaltantes morreram e um fugiu pelo matagal do Centro Politécnico, no início da noite de ontem, após intensa perseguição e troca de tiros com policiais militares do 20.º Batalhão, no Jardim das Américas. Cercados pela polícia, os marginais perderam o controle do Gol que ocupavam e bateram na cerca. Eles não se renderam e atiraram contra os policiais.

Foram apreendidos três revólveres calibre 38 com os suspeitos, que foram reconhecidos pelas vítimas do mercado roubado no Cajuru, conforme informou a tenente Aline Canfild, do 20.º Batalhão da PM. Os bandidos, que aparentavam ter entre 20 e 25 anos, não portavam documentos e foram encaminhados ao Instituto Médico-Legal (IML).

Roubo

O assalto aconteceu por volta das 19h, no Conjunto Mercúrio. Três assaltantes invadiram o mercado e outro permaneceu no Gol placa ABB-4516 de Pinhais. Depois de pegar o dinheiro do caixa, eles fugiram pela BR-277.

A polícia foi acionada e localizou o carro. Ao perceber que eram seguidos, os bandidos seguiram pela Linha Verde (BR-476) e entraram na alça de acesso para retornar à BR-277.

O Gol foi cercado por seis policiais, em duas viaturas. Os assaltantes resistiram à prisão e atiraram contra os policiais durante a perseguição. Na marginal da BR-277, eles saíram da pista e bateram no muro da universidade.

Os bandidos continuaram a atirar. No revide, três foram atingidos. Dois tombaram de cada lado do carro e o terceiro ficou com metade do corpo para fora do veículo. A viatura da Rondas Ostensivas Tático Móvel (Rotam) teve o para-brisa crivado de balas.

Buraco

O comparsa conseguiu fugir pelo buraco aberto pelo carro no muro palito e se embrenhou no matagal. Segundo a tenente, dez viaturas cercavam a área na tentativa de localizar o fugitivo, que estava de moletom azul. Até o fechamento desta edição, ele não havia sido capturado.

A polícia não descarta que a quadrilha tenha cometido outros crimes, uma vez que um Gol com as mesmas características foi visto anteriormente no Cajuru e também no bairro Uberaba e em Pinhais.