Foto: Chuniti Kawamura

Tiago da Silva: muda versão.

O dono da banca de jornais do centro que baleou um assaltante, na manhã de quarta-feira, apresentou-se ontem à tarde, no 1.º Distrito Policial. Identificado pela polícia apenas como Antônio, ele alegou que tentou tomar a arma do assaltante e ela disparou. Ele contou que dois indivíduos entraram na banca para roubá-lo e reconheceu Tiago da Silva Maurício, 18 anos, como sendo um dos marginais.

Tiago foi preso logo depois do assalto, correndo pela Praça Carlos Gomes. No DP, admitiu estar junto com o rapaz baleado. Porém, em novo depoimento, tomado ontem, negou envolvimento e foi liberado pela polícia. Ele afirmou que se sentiu pressionado pela presença de policiais militares e repórteres e, por isso, confessou a participação no crime.

O superintendente Adolfo Rosevics Filho explicou que Tiago foi ouvido, indiciado em inquérito e liberado por falta de provas. No entanto, seu reconhecimento pelo dono da banca pode fazer com que tenha a prisão solicitada.

Versões

Na nova versão, Tiago alega que não participou da tentativa de assalto e que correu porque ouviu o estampido e se assustou. Também relatou que não conhecia o rapaz que foi baleado, contrariando o que havia dito aos policiais militares que o prenderam, quando, inclusive, afirmou que o nome do comparsa era Iuri.

Rodrigo Nishi, advogado do dono da banca, contou que, segundo depoimento de Antônio, os dois rapazes entraram no comércio, um deles armado, e anunciaram um roubo. Por impulso, indignado por ser a terceira vez que era assaltado em nove meses, Antônio segurou a arma do marginal.

No ?empurra-empurra?, a arma disparou duas vezes e acertou a cabeça de um dos bandidos. Antônio contou à polícia que passou a noite em um matagal de São José dos Pinhais e jogou a arma dentro de um rio.

Baleado

Segundo a assessoria de imprensa do Hospital Cajuru, o assaltante baleado permanece internado em estado grave na UTI. Ele ainda não foi identificado, porque além de não ter documentos consigo, nenhum familiar seu apareceu no hospital.