Esganado com a própria cinta e com marcas de pedradas por todo o corpo, o cortador de pedras João Rodrigues Filho, conhecido como "Roberto Carlos", 51 anos, foi encontrado morto no início da manhã de ontem, entre os túmulos do Cemitério Borda do Campo, situado no centro de Quatro Barras.

Segundo informações de moradores da cidade, João ganhou o apelido de "Roberto Carlos", pois gostava de cantar músicas do cantor. Normalmente, ele se aproximava de casais em bares e se oferecia para cantar, em troca de uma dose de bebida.

Bebida

A delegada Margareth Motta, titular da DP de Quatro Barras, informou que na noite de quinta-feira João esteve em um bar, no centro, e deixou o local completamente alcoolizado, acompanhado de dois ou três homens, que também estavam bêbados. "A princípio acreditamos que a morte dele está ligada ao vício. Quando bebia o João se tornava muito violento e costumava provocar as pessoas", relatou a delegada. Ela disse que já tem o nome de alguns dos suspeitos.