Policiais do Serviço de Inteligência do 5º Batalhão da Polícia Militar prenderam na noite de terça-feira (6), em um motel na cidade de Londrina, um homem suspeito de participação no latrocínio (roubo seguido de morte), ocorrido pela manhã em um posto de combustíveis na área central de Cambé. A vítima era segurança da empresa Profort e foi surpreendida, juntamente com mais dois companheiros, por três assaltantes quando faziam a manutenção do caixa eletrônico do estabelecimento.

De acordo com a polícia, logo após a tentativa de assalto, o Gol usado pelos criminosos foi localizado abandonado na zona rural da cidade. Pelas informações colhidas no local, a fuga continuou em um veículo Tipo azul. Seguindo algumas pistas, por volta das 22h os policiais militares localizaram e prenderam um dos suspeitos em um motel de Londrina. Emersom Luiz Herbert, 33 anos, usava documentos falsos. Ele tentou ludibriar os policiais mas acabou confirmando a sua participação no assalto e negou ser o autor dos tiros que mataram o segurança.

Levado à sede da 10ª Subdivisão Policial, Herbert foi autuado em flagrante por latrocínio, formação de quadrilha e uso de documentos falsos. Ele é foragido da Colônia Penal Agrícola, onde cumpria pena por assalto, e tem passagens pela polícia por roubo a banco em 2000, receptação de produtos roubados, e já cumpriu pena em Marília (SP).

Segundo a polícia, os outros dois envolvidos já estão identificados e as investigações foram intensificadas para localizar e prender a dupla. O trabalho é integrado com a participação de policiais civis e militares da região com apoio do Grupo de Atuação Especial do Combate ao Crime Organizado (Gaeco). Após prestar depoimento, Herbert foi removido para a carceragem da delegacia de Cambé, onde aguardará preso por decisão da Justiça.