O caminho para o trabalho do pedreiro Alceu Santana, 43 anos, foi manchado de sangue na manhã desta sexta-feira. Ele foi morto com tiros pelas costas, e o motivo do homicídio pode ser uma vingança por outros crimes que aconteceram há mais de sete anos.

Às 7h15, moradores da Rua Morretes, no Jardim Itália, em São José dos Pinhais, ouviram quatro tiros. Quando olharam pela janela, viram um Alceu tombando de uma bicicleta, e outro ciclista fugindo. Várias crianças que seguiam a pé para escolas da região no momento do crime ficaram assustadas.

Socorristas do Siate tentaram socorrer a vítima, mas o pedreiro foi atingido nas costas e no braço, e morreu a poucos metros da obra em que trabalhava, ainda com as pernas enroscadas na própria bicicleta. Os colegas de trabalho da vítima declararam que ele era querido por todos, e ficaram inconformados com a execução.

Mulheres

A cena de crime foi marcada por um encontro desconfortável entre a ex e a atual esposa de Alceu. Elas disputaram a bicicleta da vítima, em conversa com a polícia.
Enquanto a atual mulher, casada com ele desde janeiro, afirmou que ele era um homem trabalhador, que não tinha nenhuma inimizade, a ex, Adenilda, declarou que ele bebia muito e ficava descontrolado, causando confusões.

Segundo Adenilda, há sete anos, Alceu foi preso por uma tentativa de homicídio. Na mesma época, ele atropelou um motociclista e foi ameaçado. Ela acredita que o crime possa ter sido motivado por vingança.