Márcio de Albuquerque Lima, auditor fiscal da Receita Estadual de Londrina, que estava foragido, se apresentou nesta quarta-feira (29) no 6º Distrito Policial de Londrina. Além de auditor, Lima também é parceiro de corridas de automobilismo do governador Beto Richa.

Segundo o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), o auditor comanda uma rede criminosa composta por auditores fiscais, contadores e empresários com o objetivo de enriquecimento ilícito, pagamento de propina e sonegação fiscal.