Anderson de Almeida Pereira, 32 anos, foi preso, suspeito de desviar cerca de uma tonelada de cimento da fábrica em que trabalha como motorista, em menos de um mês. Segundo o delegado Mário Sérgio Bradock, de Bocaiuva do Sul, a empresa começou a desconfiar dos desvios e passou a monitorar o caminhão de Anderson.

“Ele carregava o caminhão na fábrica, em Adrianópolis, e deveria levar todo o cimento a Curitiba. Mas num destes monitoramentos ao caminhão, constataram que o Adriano parou num local não autorizado. Pelo rastreador, bloquearam o caminhão e o motorista não pôde sair do local. A empresa nos chamou e o prendemos em flagrante pelo furto”, afirmou Bradock, que também está para indiciar o receptador do material.

O delegado ainda explicou que a parte desviada da carga era deixada numa empresa que produz grandes tijolos de concreto, usados na construção civil. O nome da empresa beneficiada pelo furto não foi divulgado.