Um assaltante e estuprador está aterrorizando veranistas e moradores da região de Matinhos. Três queixas já foram registradas contra o bandido, mas a polícia acredita que ele possa ter cometido muitos outros estupros e que as vítimas, por medo ou constrangimento, não tenham ido à delegacia fazer o boletim de ocorrência.

Com as queixas já registradas, a polícia confeccionou o retrato-falado do acusado. Ele anda armado e usa uma bicicleta. A equipe do Cope (Centro de Operações Policiais Especiais) que está no litoral, trabalhando na Operação Verão, apurou que o homem tingiu o cabelo de loiro para despistar a polícia. Segundo os investigadores, o maníaco ataca preferencialmente residências onde mulheres atendem à porta.

O modo de agir é sempre o mesmo: depois de dominar as pessoas da casa e amarrá-las, ele rouba dinheiro e estupra as mulheres. Em um dos casos, o marginal violentou uma mulher em frente ao marido e ao filho pequeno, que tiveram que assistir à atrocidade amarrados e amordaçados. Em uma das casas assaltadas, o bandido arrecadou mais de três mil reais.

Investigações

O acusado é alto, tem pele clara, anda bem vestido e aparenta ter cerca de 25 anos de idade e 85 quilos. Possíveis vítimas do assaltante e estuprador devem se dirigir à delegacia de Matinhos para registrar a queixa e ajudar a polícia nas investigações.

Uma das vítimas do estuprador disse à reportagem da Tribuna que o maníaco foi visto anteontem (quarta-feira) na agência do banco HSBC de Matinhos por outra vítima, uma mulher, que chegou a passar mal ao se ver frente a frente com o autor da violência contra ela. O indivíduo teria reconhecido a mulher e fugiu em um veículo Fiat 147 branco.