Após investigações, policiais civis da 9.ª Subdivisão Policial (SDP) de Maringá prenderam em flagrante Marcelo Augusto Pontes e Eduardo Prado Neto, na tarde da última terça-feira (20), na rodovia PR-317, em Santa Fé, a 50 quilômetros de Maringá, suspeitos de integrar uma quadrilha de arrombamentos a caixas eletrônicos.

Durante a madrugada do dia 20, os policiais civis receberam a informação de que a Polícia Ambiental havia perseguido um Corsa por estradas rurais na região. O carro suspeito colidiu contra uma cerca, momento em que os ocupantes aproveitaram para fugir do veículo, deixando para trás uma pistola calibre 380 municiada, ferramentas utilizadas para arrombamentos e um pé de tênis.

Com base nessas informações, os investigadores iniciaram as diligências prendendo Pontes e Neto. Com os suspeitos foram apreendidos um carregador de uma pistola e o outro pé de tênis.

A dupla já possuí passagens pela polícia, por tráfico de drogas. Eles também são investigados pelo crime de homicídio. Pontes também possuía um mandado de prisão em aberto por homicídio qualificado.

O delegado titular da 9.ª SDP de Maringá, Sérgio Barroso, ressaltou o empenho da equipe policial. ““A Polícia Civil de Maringá está empenhada no combate a criminalidade. Os dois presos são de alta periculosidade. A nossa região está muito mais segura com essa prisão. Outros membros da quadrilha já foram identificados e deverão ser presos no decorrer das investigações.” conta. Pontes e Neto estão presos e estão à disposição da Justiça.