O delegado-geral adjunto, Francisco José Batista da Costa, visitou nesta semana as instalações da 6ª Subdivisão Policial (SDP) de Foz do Iguaçu. O delegado aproveitou a estadia no oeste do Paraná, onde participou da reunião do Gabinete de Gestão Integrada de Fronteira (GGI-Fron), realizada na quarta-feira (28) , para conferir de perto as melhorias que estão sendo feitas e as ações de combate à criminalidade que vêm sendo realizadas pela subdivisão.

Além de conhecer o trabalho desenvolvido pela equipe do delegado titular da 6ª SDP, Rogério Antonio Lopes, o delegado-geral adjunto teve acesso a detalhes do programa de combate à criminalidade. Na sede da subdivisão, Costa também esteve reunido, com o com o delegado-adjunto da 6ª SDP, Geraldo Evangelista Souza, e com o delegado-operacional, Getúlio Moraes Vargas.

Francisco da Costa, parabenizou a gestão da 6ª Subdivisão pela excelência dos serviços prestados à população, ressaltou a importância de visitar as subdivisões pelo Estado. “É importante que a cúpula da Polícia Civil reconheça os avanços e saiba bem quais são as necessidades de cada subdivisão. Assim é possível prestar um melhor apoio para os policiais do interior nas áreas para as quais eles mais precisam”, declarou.

Evento

A reunião do Gabinete de Gestão Integrada de Fronteira (GGI-Fron) foi realizada no Hotel da Associação da Vila Militar, em Foz do Iguaçu. O evento reúne representantes de várias forças policiais e de órgãos ligados à área de segurança pública.

O GGI-Fron do Paraná visa integrar as forças de segurança pública das esferas federal, estadual e dos municípios de fronteira do Estado com a finalidade de planejar, coordenar e executar ações de combate aos crimes transnacionais. Durante o evento, foram abordados pontos problemáticos a respeito de contrabandos e tráfico de drogas na fronteira.