Foto: Fábio Alexandre
Cleicio e Carlos foram pegos
com carro roubado.

A ação rápida de policiais do Centro de Operações Policiais Especiais (Cope) frustou dois assaltos, planejados para esta semana em Curitiba. Os suspeitos Carlos Roney Fernandes, 42 anos, conhecido como ?Mancha?, e Cleicio Chagar da Luz, 18, foram presos em uma casa no Mossunguê. Dois comparsas conseguiram escapar.

De acordo com o delegado Rodrigo Brown de Oliveira, o bando, composto por criminosos paranaenses e paulistas, planejava assaltar uma fábrica de jóias de grande porte e uma agência bancária.

Os policiais receberam esta informação e descobriram onde a quadrilha estava escondida. ?Na última quinta-feira, entramos na residência e esperamos eles chegarem. Durante a abordagem, dois conseguiram fugir?, contou o delegado. A casa tinha sido alugada por 10 dias.

Carlos e Cleicio são paranaenses e os que escaparam seriam membros de uma facção criminosa de São Paulo.

A polícia também descobriu que o bando guardava farto armamento em outra residência, na Cidade Industrial de Curitiba, mas quando chegou no local, as armas já tinham sido levadas.

Carros

Com os detidos, foram encontrados documentos de carros falsos e placas clonadas. Eles roubaram um veículo Scênic preto, em novembro, e esquentaram a placa. Cleicio foi reconhecido como o autor do roubo. O plano do bando era roubar outro carro da mesma marca para cometer os assaltos. Uma touca balaclava, quatro ternos pretos, comprados para usar nos crimes sem despertar suspeitas, e dez gramas de crack também foram apreendidos com os bandidos. A dupla irá responder pelos crimes de formação de quadrilha, clonagem de placas e uso de documentos falsos. A polícia trabalha agora na captura dos outros bandidos, que provavelmente voltaram para São Paulo.

Milhões

Segundo o delegado Rodrigo, Carlos participou de um assalto, em 1999, em Foz do Iguaçu. Ele e cinco bandidos roubaram cerca de R$ 2 milhões de uma empresa de transporte de valores. Por esse roubo, ele foi condenado a 18 anos de prisão. Carlos fugiu da Colônia Penal Agrícola, em Piraquara, no mês passado.