Um acidente, envolvendo dois caminhões, ontem, na BR-116, em Fazenda Rio Grande, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC), fez uma vítima fatal. A colisão foi no quilômetro 128, próximo ao Posto 22, por volta das 12h30. Segundo informações do posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF) de Mandirituba, um dos veículos estava carregado com duas bobinas de aço e, no choque, o produto acabou esmagando e matando o motorista Laertes Smokovicz, de 45 anos.

De acordo com a PRF, o caminhão Mercedez, de placa ADI 3155, de Rio do Sul (SC), fez uma manobra para entrar no posto e acabou obstruindo a pista. Laertes, que vinha em outro caminhão, também Mercedez, de placa AMI 8909, de Quitandinha, não conseguiu evitar a colisão.

As bobinas que carregava, cada uma com 12,8 mil quilos, acabaram invadindo a cabine e esmagando-o. Ele morreu na hora e o motorista do primeiro caminhão, segundo a polícia, fugiu ao reparar o estrago, abandonando o veículo no local.

Ainda ontem pela manhã, outros dois graves acidentes também resultaram em mortes. Em Ponta Grossa, na BR-376, por volta das 9h, oito veículos acabaram batendo – cinco carros, dois caminhões e uma moto, cujo piloto, Antoninho da Silva, morreu na hora. Já no quilômetro 223, da BR-373, próximo a Imbituva, a colisão foi entre duas carretas, uma delas carregada com produtos agrícolas e a outra com laminados de madeira. Eles bateram de frente e o motorista do primeiro caminhão, Osório Gomes Padilha, ficou preso nas ferragens e morreu no local.