Foto: Divulgação/Polícia Civil

Larico cortava pedras.

Larico Vieira dos Santos, 34 anos, foi preso às 13h de ontem por policiais da delegacia de Campina Grande do Sul. Segundo a Secretaria da Segurança Pública, como parte da Operação Nacional de Polícias Civis. Contra ele, havia dois mandados de prisão preventiva, acusando-o de ter estuprado uma menina de 13 anos, em 2000, na localidade de Ribeirão Grande, e matado o seu próprio cunhado, Juvenal Gibowski, 39, em novembro do ano passado.

A polícia, após descobrir que Larico trabalhava cortando pedra, se disfarçou de empregados da Prefeitura e emprestou um caminhão- caçamba. Assim, os policiais conseguiram surpreendê-lo, dizendo que queriam comprar pedras.

Segundo o que a polícia apurou na época do homicídio, durante uma bebedeira, Juvenal teria duvidado da masculinidade de Larico, que, então, sacou um revólver e atirou duas vezes.