Assassinado por dever a traficante

A corrida de Anderson Domingues, 25 anos, pelas ruas da Vila das Torres, Prado Velho, em Curitiba, terminou na Rua Sérgio Dudek, próximo à Rua Guabirotuba. Ele foi assassinado a tiros, pouco antes das 23h de sexta-feira. Ninguém soube dar informações que pudessem identificar os assassinos. Segundo comentários, Anderson tinha envolvimento com drogas e teria uma rixa no bairro.

A ocorrência foi atendida pelos soldados Fabiano Gomes e Bento, do Projeto Povo (Policiamento Ostensivo Volante) do Prado Velho. Os PMs pouco conseguiram apurar sobre o assassinato, já que nenhum morador quis contar o que viu. Policiais da Delegacia de Homicídios foram ao local para iniciar a investigação. Apesar dos populares se calarem por medo de represálias, os investigadores apuraram que a vítima era envolvida com o comércio de drogas na região e foi assassinada porque estaria devendo para um traficante. Anderson foi assassinado com dois tiros na barriga, um no peito e outro na perna.

Voltar ao topo